10 maneiras de escrever os melhores títulos

O que você vê primeiro, em cada artigo – online, no jornal ou em revistas? Exatamente, o título. O título, portanto, desempenha um papel extremamente importante, porque muitas vezes decide se um artigo é lido ou não.  

Titular textos nunca é fácil – porque o título não deve apenas atrair a atenção do público, mas também deve ser informativo. No entanto, os títulos podem ser um pouco revigorantes, e é por isso que mostramos dez maneiras diferentes de incrementar suas manchetes.

1. O segredo por trás de / para …

Você não precisa reinventar a roda; você pode confiar no que funciona. O segredo, é claro, implica que você está dando aos leitores uma informação nova e estimulante que eles não conheciam antes. Isso também cria uma certa singularidade . Exemplos de tais manchetes seriam, por exemplo:

  • O segredo por trás do marketing de mídia social de sucesso
  • O segredo para construir uma comunidade duradoura
  • O segredo por trás de manchetes convincentes

2. Elimine … de uma vez por todas

Soluções de problemas são bem-vindas – e você pode usar isso em suas manchetes. Se você der esse título a um artigo, seus leitores vão esperar sugestões e dicas sobre como superar um desafio. Pode ser assim:

  • Elimine bots irritantes do Instagram de uma vez por todas
  • Elimine distrações desnecessárias no trabalho diário de uma vez por todas
  • Livre-se da sua papelada 

3. Você pode …

O que é melhor do que resolver um problema? Resolva um problema rapidamente. Com essas manchetes, você mostra que seu artigo mostra uma maneira curta e nítida de fazer algo acontecer. Por exemplo:

  • É assim que você pode criar histórias interativas no Instagram
  • É assim que você pode obter mais avaliações de clientes rapidamente
  • É assim que você pode escrever ótimos direitos autorais

4. O que todos devem saber sobre …

Desta forma, você mostra desde o início que estará transmitindo conhecimentos úteis e essenciais aqui. Os leitores esperam fatos e contribuições sobre um tópico que desejam lembrar. Seus títulos podem ser semelhantes a estes:

  • O que todos devem saber sobre uma boa estratégia de SEO
  • O que todos devem saber sobre vídeos promocionais de mídia social
  • O que todos devem saber sobre marketing de influenciador

5. Este método ajuda … com …

Este título também o ajuda a definir o seu grupo-alvo com antecedência e a definir resumidamente qual é o objetivo do artigo. Então você transmite conhecimento ou dicas a eles, como:

  • Este método ajuda os especialistas em SEO na busca por palavras – chave
  • Este método ajuda os profissionais de marketing
  • Este método ajuda os departamentos de marketing com a marca do empregador

6. Você não quer …

Se você pode determinar os desejos ou necessidades de seu leitor, você pode simplesmente reformular isso em seu título. Os leitores sentem que estão sendo abordados diretamente, porque sim, provavelmente eles também querem isso.

  • Você também não quer mais curtidas nas suas postagens?
  • Você também não quer um público fiel?
  • Você também não quer manchetes incríveis para o seu artigo?

7. Faça um … para se orgulhar

Todos nós gostamos de reconhecimento. Ao mostrar aos leitores como atingir seu objetivo , eles podem ficar felizes consigo mesmos e, com sorte, receber elogios de outras pessoas também.

  • Construa uma comunidade da qual se orgulhar
  • Construa um site para se orgulhar
  • Crie uma conta no Instagram para se orgulhar

8. Você não precisa ser / não … para conseguir algo

Com essas manchetes você mostra aos leitores que eles não precisam ser profissionais absolutos para atingir seus objetivos ou resolver problemas. Esperançosamente, isso vai construir seu público e levá-los a ler o artigo.

  • Você não precisa ser um influenciador para construir uma comunidade
  • Você não precisa ser Neil Patel para ter sucesso no marketing online
  • Você não precisa ser um escritor respeitável para escrever boas postagens de blog

9. Você está …?

É sempre bom se dirigir diretamente aos seus leitores. Você pode personalizar este título extremamente bem e adaptá-lo precisamente ao seu grupo-alvo .

  • Você está insatisfeito com suas manchetes?
  • Você está pronto para fazer vídeos promocionais atraentes?
  • Você é um especialista em mídia social ?

10. 7 maneiras de contornar …

Você fornece ao público um certo número de informações ou soluções. Listas, especialmente aquelas com 10 dicas ou truques diferentes, são muito populares. As manchetes funcionam com uma grande variedade de números. Em termos concretos, isso significa:

  • 10 maneiras de obter mais seguidores
  • 5 maneiras de apimentar seu site
  • 8 maneiras de comprar calçados masculinos mais baratos

Atraente e aplicável

Todas essas manchetes têm uma coisa em comum: elas são feitas sob medida para as necessidades dos leitores. É exatamente isso que convence o leitor a ler o artigo. Eles querem resolver um problema, aprender algo relevante para eles ou simplesmente receber dicas e truques.

Não importa o quão bom seja o seu título – se o conteúdo não for convincente, o seu público desaparecerá rapidamente. Portanto, certifique-se de cumprir o que promete no título. Se você prestar atenção a essas duas coisas, já deu um grande passo em frente na profissão de redator de títulos.

O que é Green Card e como conseguir

O Green Card é essencial para quem quer morar nos Estados Unidos, afinal, ele é uma liberação total para viver no país.

Este documento é o visto permanente de imigração, dado pelo governo e as autoridades norte-americanas, que não conta com restrições. Por isso, o governo americano vê com bons olhos os que possuem o Green Card e oferecem suporte a seus portadores.

Com o visto em mãos, é possível também usufruir do que o país oferece, como estudar em boas escolas, contar com mais segurança e conquistar em bons empregos.

Porém, existem algumas certas burocracias para conseguir esse Card, visto as barreiras de imigração dos EUA, que recebem vários estrangeiros todos os anos.

Logo, para atingir esse sonho, é preciso entender como ele funciona, como é feito e como consegui-lo e, por isso, fizemos este texto para que você possa entender mais sobre o Green Card.

O que é Green Card?

 Green Card

Basicamente, um Green Card, também conhecido como US Permanent Resident Card, tem a serventia de um visto de permanência nos EUA.

Ao contrário dos vistos comuns, esse documento não tem quaisquer restrições ou limitações quanto à liberdade que você pode ter no território do país.

Um visto de estudante, por exemplo, não serve caso o portador queira trabalhar nos EUA, além de ter uma validade que acaba logo depois da conclusão do curso.

Já o visto de turismo e trabalho também contam com limitações, que implicam em barreiras caso o portador queira viver no país.

Por isso, alguém que tenha um Green Card em mãos tem total direito de trabalhar, estudar e morar nos EUA sem restrições, além de poder ter os mesmos direitos dos cidadãos americanos.

É preciso lembrar que o cartão tem validade de 10 anos e precisa ser renovado a cada década.

Existem restrições no Green Card?

Sim, mas são apenas algumas, por exemplo, o usuário do Green Card não pode votar, ser candidato à presidência ou concorrer a quaisquer cargos públicos.

Além disso, o portador também não pode ficar mais que 12 meses em um outro país além dos EUA, se não, pode perder o visto, afinal, o documento serve para que a pessoa fixe sua residência no país.

Por último, existem os deveres que a pessoa com o Green Card deve cumprir, como por exemplo, o pagamento de impostos, o respeito às legislações locais, estaduais e federais e o registro obrigatório no Serviço Militar para homens de 15 a 18 anos de idade.

Quem tem direito ao Green Card?

São permitidos a terem Green Cards os residentes permanentes e os próprios cidadãos americanos, porém, poucos sabem que o visto tem quatro categorias. Explicaremos elas abaixo:

Parentesco

Americanos e residentes permanentes que já têm Green Card podem solicitar o visto para sua família, porém, existem algumas restrições para tal.

Cidadãos americanos com mais de 21 anos podem pedir o visto para:

  • Pai e mãe;
  • Cônjuge;
  • Filhos e filhas solteiros ou casados com qualquer idade;
  • Filhos do cônjuge;
  • Irmãos e irmãs.

Residentes permanentes, que já tem o Card, que tenham mais de 21 anos podem solicitar o visto para:

  • Cônjuge
  • Filhos e filhas solteiros de qualquer idade

Inclusive, o portador de Green Card que já vive nos EUA há mais de 5 anos pode solicitar a cidadania e, assim, solicitar o visto para pais e irmãos.

Investimento

O conhecido EB-5 é um dos vistos mais visados por estrangeiros, já que foi feito pelo governo americano para atrair investidores interessados em empreender no país.

Nele, a pessoa tem de investir em áreas e negócios licenciados pelo governo para aquecer a economia do país, em locais estratégicos, que estão gerando poucos empregos.

Trabalho

O visto para trabalho, HB-1 foi feito para os que têm formação acadêmica ou experiência de trabalho que tenha o mesmo peso de experiência que um bacharelado. Se for contratado por uma empresa americana, o estrangeiro poderá ter o direito ao Green Card.

Casamento

O visto de casamento pode ser oferecido aos que casaram com cidadãos americanos, porém, a cerimônia deve ocorrer em solo estadunidense.

Antes disso, é preciso do visto K-1, um tipo de Card para o(a) noivo(a) do(a) cidadão americano, para que ele possa entrar nos EUA para se casar.

Inclusive, se a união durar mais de 3 anos, o estrangeiro casado poderá solicitar a cidadania.

Loteria

Todo ano, o governo americano faz uma espécie de loteria que agracia um determinado grupo de indivíduos com Green Cards.

Para participar, é necessário mandar uma documentação que, quando aprovada, libera-se a participação.

Por fim, se sorteado, o indivíduo e sua família devem arrumar tudo para se mudar em até seis meses.

Tradução de documentos para Green Card

É importante ressaltar aqui que o pedido de Green Card necessita de alguns documentos, que devem passar por tradução juramentada, pois precisam ser adaptados para a língua inglesa, entre os documentos estão:

  • Certidão de nascimento;
  • Passaporte de familiares;
  • Certidão de casamento (se necessário);
  • Antecedentes criminais.

A adaptação precisa passar por um tradutor público registrado na junta comercial do estado onde o serviço será solicitado. Ele traduzirá os documentos e, assim, você poderá solicitar o green card.

Qual a função do corretor de imóveis e qual é a renda média?

Muita gente não sabe qual a função do corretor de imóveis e imaginam que tudo se resume a mostrar imóveis. Isso acontece, pois, essa é a parte do trabalho mais visível, já as outras atribuições não são mencionadas.

Ainda assim, você deve saber que um corretor de imóveis trabalha muito e em diversos processos. O segmento teve um crescimento muito grande e a procura por cursos e consultoria imobiliária cresceu mais de quatro vezes em seis meses.

Portanto, para explicar melhor cada uma dessas funções, vamos detalhar melhor qual a função do corretor de imóveis.

Qual a função do corretor de imóveis

corretor de imóveis

Intermediar

Essa é a parte que a maioria das pessoas conhecem, o contato tanto com o possível comprador, quanto com o vendedor.  Dessa forma, a intermediação vai desde convencer o vendedor a deixar o imóvel sob sua responsabilidade, até conseguir a venda. 

Isso quer dizer que o corretor de imóveis faz os anúncios, interage com os interessados e ainda ajuda nas dúvidas. Nesse processo ele também ajuda o possível comprador a encontrar o melhor imóvel para suas necessidades e dentro do seu orçamento. 

Para isso, muitas vezes ele busca opções até mesmo fora dos seus cadastros. Assim, as visitas aos imóveis também são responsabilidade do corretor e ele precisa pensar nesse momento com muita seriedade. 

A pontualidade, a sua apresentação pessoal e a sua educação são muito importantes para garantir a venda. Mesmo em um dia ruim, o corretor precisa manter as atitudes e posturas.

Portanto, o cliente não precisa saber dos seus problemas, o profissionalismo precisa estar sempre presente.

Avaliar

Outra função do corretor é avaliar os imóveis, isso mesmo, é ele quem determina qual o preço justo pela propriedade.  Claro que isso não é feito de qualquer jeito, antes ele precisa conhecer diversos fatores importantes e determinantes.

Como, por exemplo, a região em que o imóvel se encontra e a faixa de preço de outros imóveis com as mesmas características. Por falar nisso, saber quantos quartos, banheiros e metragem é essencial para conseguir realizar uma avaliação justa.

Por último, conseguir determinar uma faixa de preço que seja justa e realista. Alguns corretores trabalham com preços altos, mas isso afasta os clientes que sabem bem o quanto a região pode valer.

Cuidar da burocracia

Toda a parte de simulação para o financiamento, indicar despachante e ajudar na organização da documentação também são funções do corretor de imóveis. 

Dessa forma, o corretor de imóveis deve sanar todas as dúvidas, ou até intervir em propostas, tanto para o cliente, quanto para o vendedor.

Quanto ganha um corretor de imóveis?

Com tantas funções você deve estar pensando que um corretor sempre tem um excelente salário.  Mas, essa não é a realidade, o corretor ganha apenas a comissão por cada venda ou aluguel que consegue.

Os ganhos podem ser por venda de imóveis, porcentagem de 5 a 10% dependendo da localização e tipo de imóvel. Também tem o ganho do valor de um aluguel para os aluguéis que o corretor conseguir fechar, valor pago apenas uma vez.

E por último, tem uma porcentagem pela administração de condomínios, essa é uma parte bem trabalhosa e pouco remunerada. Esses ganhos são mensais e são definidos de acordo com o total arrecadado pelo prédio ou condomínio.

Assim, nem todos os meses ele recebe um grande valor, a menos que seja um corretor de imóveis alto padrão

Nesses casos os ganhos mensais podem ser realmente altos, já que todo mês consegue vender menos uma propriedade.

Também existe a opção de trabalhar com carteira assinada para uma imobiliária. Para esses casos existe um salário fixo mensal que garante o mínimo mesmo nos meses sem vendas. 

No entanto, a comissão pelas vendas terá sua divisão com a empresa.

Considerações finais

Depois de conferir qual a função do corretor de imóveis e a média que fica a sua renda mensal, o que você acha a respeito dessa profissão?

Como enviar um local falso pelo WhatsApp passo a passo

O WhatsApp se tornou um dos aplicativos mais práticos do mundo, graças à sua ampla variedade de funções. Para mostrar isso, o aplicativo de mensagens instantâneas permite que você envie sua localização para qualquer um de seus contatos.

Com as opções Enviar minha localização atual ou Localização em tempo real  você pode mostrar o local exato onde você está, o que também tornará mais fácil para seus contatos chegarem onde você está. Porém, se você não quiser que a pessoa saiba onde você realmente está, sempre terá a opção de enviar uma localização falsa no WhatsApp.

Não importa se você é usuário Android ou se tem um iPhone. Com qualquer um dos dois sistemas operacionais, você pode enviar uma localização falsa e não precisa utilizar aplicativos modificados como o WhatsApp GB e simulares.

Sem a necessidade de fazer truques, o WhatsApp oferece a possibilidade de enviar o local com um erro aproximado de 20 metros.

No entanto, na versão Business sabemos que muitas vezes isso não é suficiente. Continue lendo se quiser saber como enviar um local falso pelo WhatsApp de um iPhone ou Android. 

Veja como enviar um local falso no WhatsApp

1. Vá para o bate-papo do contato para o qual deseja enviar o local falso e toque no sinal +.

2. Selecione Localização.

3. Em seguida, você deve clicar no botão de informações.

4. Em Ajuste do Mapa, selecione a opção Satélite.

5. Agora você deve deslizar esta guia para baixo.

6. Você verá uma seta vermelha que pode ser movido para o local falso que deseja enviar. 

7. Lembre-se de que se for um local longe de onde você está, você deve diminuir o zoom do mapa. Depois de selecionar o endereço, basta clicar no botão Enviar este local.

8. E seria isso. Agora é só esperar que a pessoa para quem você vai enviar a localização falsa pelo WhatsApp não perceba o truque. 

Com essas etapas simples, você está pronto para enviar uma localização falsa pelo WhatsApp. É hora de você colocar isso à prova.

Consultar fatura do cartão Santander

Precisando emitir sua fatura Santander pela internet, mas não sabe como? Neste artigo, vamos mostrar duas formas de acessar sua fatura online.

Usar cartão de crédito para efetuar compras se tornou comum. É o modo mais seguro de comprar e possui diversas facilidades na hora do pagamento. Um dos mais populares e procurados cartões é o Santander.

O Santander é um cartão de crédito que oferece diversos benefícios aos clientes. Esse cartão não possui anuidade, tarifa de avaliação emergencial de crédito, tarifa de pagamentos de contas, tarifa de fornecimento emergencial de segunda via de cartão de crédito e muitos mais.

Além disso, a cada R$ 3,00 gastos você acumula uma milha. Juntando tudo você poderá trocar por passagens aéreas em diversas companhias aéreas. Com essa promoção espetacular ele se torna perfeito e ajuda as pessoas a realizarem sonhos de conhecer lugares novos.

Consultar fatura do cartão Santander

tura santander

Para consultar a fatura Santander ou até mesmo emitir a 2 via da conta acesse a página oficial do banco no seguinte endereço eletronico:

Logo na barra lateral direita você deverá informar seu CPF.

É um serviço muito rápido. Em poucos segundos você poderá obter uma serie de informações importantes sobre seu cartão e a fatura mensal, e até mesmo anteriores e próximas.

Para saber todos os benefícios que o cartão oferece a você acesse o mesmo link. Você pode saber todas as milhas que já tem acumulada e como fazer a troca por passagens aéreas.

Fatura Santander no seu Celular

Você poderá efetuar consultas da sua fatura Santander pelo celular facilmente. O Banco possui um ótimo ambiente para dispositivos moveis facilitando todo acesso. Você poderá efetuar consultas de qualquer lugar em poucos cliques.

Para instalar o APP do cartão Santander no seu celular, acesse o seguinte link:

https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.santander.way&hl=pt_BR&gl=US

Através do APP Santander Way você vai poder acompanhar toda a movimentação do seu cartão de crédito, tais como:

  1. Bloquear e desbloquear o seu cartão ou de adicionais.
  2. Consultar o saldo e o extrato do Bônus Esfera.
  3. Consulta de limite do cartão principal e adicionais.
  4. Habilite o cartão para uso internacional.
  5. Histórico de últimas compras, em tempo real.
  6. Detalhe das suas compras realizadas no cartão

Para fazer a gestão da sua fatura a qualquer momento:

  1. Acompanhe sua fatura em gráficos.
  2. Receba informações sobre a sua fatura, como dia do fechamento, vencimento e atraso.
  3. Cadastrar seu e-mail para receber a sua fatura.
  4. Opção de parcelamento da a sua fatura via APP.
  5. Solicitar o envio da 2ª via da fatura Santander por e-mail.
  6. Realizar o cadastro da fatura em débito automático (exclusivo para cliente correntista).
  7. Gerar e copiar o código de barras para o pagamento da fatura.

Para fazer pagamentos com mais facilidade:

  1. Pague a fatura do cartão (exclusivo para cliente correntista).
  2. Pague contas (exclusivo para cliente correntista).

Como fazer um bom planejamento na busca de um imóvel

Quer conquistar o seu imóvel sem surpresas negativas ou arrependimentos? Então, confira algumas dicas essenciais para planejar todos os passos necessários para o seu investimento.

Para isso, é necessário, antes de mais nada, organizar o seu orçamento e definir qual tipo de propriedade você poderá comprar sem comprometer um grande percentual da sua renda. Além disso, traçar metas, estabelecer prazos e economizar dinheiro são ações fundamentais.

Uma boa forma de otimizar esses processos é apostar e uma planilha online para inserir todos os gastos fixos mensais, despesas e gastos variáveis.

Assim, fica mais fácil observar onde você poderá economizar para garantir a sua primeira casa ou apartamento próprio.

Sem dúvidas, investir em um apartamento no Ecoville é uma grande conquista que exige disponibilidade de tempo, organização e planejamento.

Siga com a gente e confira, no artigo abaixo, algumas dicas essenciais para planejar a compra do seu imóvel.

Pesquise o mercado

Após analisar o seu caixa pessoal, é hora de externar os estudos e observar a situação atual do mercado imobiliário – um setor muito impactado pelas condições políticas e econômicas do país.

Para isso, leia sobre o assunto, analise o valor do metro quadrado nos bairros do seu interesse, descubra as condições de pagamento disponíveis e cheque a reputação das instituições financeiras e construtoras.

Veja também: Técnicas para vender imóveis

Analise os meios de pagamento

Sobretudo, um dos passos cruciais na hora de comprar um imóvel é a escolha dos meios de pagamentos.

Se você conseguiu poupar dinheiro suficiente para pagar a sua nova propriedade à vista, isso é maravilhoso.

Caso este não seja o caso, procure financiá-lo com o menor número de parcelas possíveis. Além disso, é preciso destacar que a compra de um imóvel envolve várias outras taxas e impostos, e é necessário reservar um dinheiro para arcar com eles.

Se a sua escolha for comprar uma casa ou apartamento diretamente com a construtora, verifique o valor dos juros, parcelas e taxas adicionais. Nesse momento, evitar surpresas e sentir segurança nas negociações é essencial.

Escolha entre um imóvel novo ou usado

De fato, os imóveis novos e usados têm lá os seus prós e contras. Por isso, o ideal é avaliar cada um dos formatos de acordo com as suas preferências e necessidades.

Se por um lado, os condomínios modernos contam com áreas de lazer, piscinas e academias, por outro, os terrenos desse formato costumam ser menores, bem como a metragem dos apartamentos.

Em contrapartida, as construções antigas não são tão bem equipadas, mas contam com espaço amplo e maior possibilidade de reformas e instalações necessárias.

Ou seja, nesse caso, para não errar na escolha, o ideal é levar em conta o seu estilo de vida e a sua situação financeira.

Atenção à localização

Não dá para negar que a localização é um dos fatores essenciais na compra de um imóvel, isso porque, escolher um bairro seguro e conveniente pode facilitar o seu dia a dia, evitar longos deslocamentos e contribuir significativamente para a sua qualidade de vida.

Por isso, mais uma vez, observe o seu estilo de vida. Por exemplo, caso utilize o transporte público para trabalhar, pesquise sobre as linhas de ônibus e metrô da região. Caso tenha filhos pequenos, verifique a presença de escolas infantis. Se costuma andar muito a pé, observe a rede de comércio ao redor.

Analise a documentação do imóvel

Assim que escolher o imóvel que será o seu mais novo lar, não deixa a empolgação tomar conta, ao invés disso, faça uma negociação cautelosa e verifique se toda a documentação, bem como os impostos da propriedade escolhida estão em dia, principalmente, em caso de imóveis usados.

Esse processo é crucial para evitar dores de cabeça ou prejuízos futuros. Neste momento, contar com um auxílio profissional como o de um advogado ou agente imobiliário pode ser um grande facilitador.

E você, gostou de descobrir por que o planejamento é tão importante para garantir um imóvel? Se esse artigo foi útil para você, compartilhe-o em suas redes sociais.

Com certeza, essas informações podem ajudar muitas pessoas que desejam comprar um apartamento no Bigorrilho ou em qualquer outra localização.




Técnicas para vender imóveis: confira 4 dicas!

Mesmo sendo antigo e tradicional, o mercado imobiliário cresce e evolui todos os dias.

Esse fator alinhado à mudança do comportamento do consumidor, exige que cada vez mais os corretores e imobiliárias atuem com profissionalismo, além de oferecer a melhor experiência possível para seus clientes, agindo como verdadeiros consultores.

Isso porque, além da concorrência ser extremamente alta, o valor necessário para comprar um imóvel também não é baixo.

Com isso, o marketing imobiliário está ligado diretamente ao marketing de relacionamento, para que imobiliária e cliente tenham uma relação de confiança e duradoura.

Contudo, além da confiança, as vendas são essenciais para a sobrevivência do negócio e elas podem se tornar difíceis em diversos casos, sendo necessário criar novas estratégias para facilitar a venda de seus imóveis e alavancar seu negócio. Quer saber quais são elas? Então continue lendo esse post.

1. Crie uma relação de confiança com seu cliente

Conhecida também como “rapport” com origem francesa, criar uma relação de confiança com seu cliente é essencial, como já falado.

Aqui, é necessário utilizar métodos para auxiliar no desenvolvimento de um relacionamento com confiança, empatia e harmonia entre você e seu cliente, criando assim uma conexão duradoura.

Com isso, você consegue conduzir esse relacionamento com maior segurança e de forma certeira para fechar o negócio. Isso porque, além de sua imobiliária oferecer opções que se encaixem exatamente com o perfil do cliente, ele ainda irá te enxergar com alguém confiável para realizar a compra.

Isso facilita todo o processo, visto que você não precisa querer convencer o cliente da compra a todo momento e inclusive ele pode indicar sua imobiliária para outras pessoas.

2. Conheça os produtos que está oferecendo

Por mais óbvio que possa parecer, muitos corretores não conhecem totalmente seu produto, ou seja, os imóveis.

É extremamente necessário ter todas as informações em mente para responder todas as perguntas do comprador com segurança e mostrar que sua empresa realmente entende sobre o assunto.

Portanto, algo simples pode se tornar um grande diferencial entre os concorrentes.

Tanto a imobiliária quanto o corretor devem conhecer a fundo todos os imóveis disponíveis em sua carteira, se atentando a detalhes como qualidade e histórico da construção, localização, características da região, possibilidade de reformas no local, informações sobre a negociação, documentação necessária, valorização do imóvel, etc.

Sabemos que isso pode ser difícil, mas a dica aqui é realizar então uma visita prévia para coletar todas essas informações antes de levar o cliente ao imóvel.

3. Aposte nas redes sociais

As redes sociais são poderosas quando o assunto é venda, mas devem ser usadas com cuidado e sabedoria. O primeiro passo é criar conteúdos relevantes, de qualidade e que gerem valor para seu público-alvo.

Então não, você não vai postar fotos de casas ou apartamentos que está vendendo e seu valor na legenda. Independente da rede social, seja Instagram, Facebook ou LinkedIn, é preciso mostrar que você é autoridade no assunto e sabe exatamente o que está falando.

Por isso, seus posts devem ser voltados para as dores, dúvidas, medos e curiosidades de seu público, buscando solucionar todos os problemas que passam ou já passaram, como dúvidas sobre financiamento, documentação, tipo de imóvel, etc. Ao gerar valor para ele, em uma futura compra é sua empresa que será lembrada.

Contudo, marketing de conteúdo e tráfego devem caminhar sempre juntos. Por isso, invista em anúncios patrocinados, visto que podem oferecer um grande retorno para seu negócio.

Isso porque, seu poder de segmentação é gigante, fazendo com que você atinja as pessoas certas e de acordo com o tipo de imóvel.

Você pode segmentar por faixa etária, sexo, localização, interesses, gostos e atrair um público extremamente qualificado para seu anúncio, aumentando muito a chance de venda.

Além disso, é possível analisar todos os resultados e avaliar qual o retorno obtido.

4. Seja um facilitador para seu cliente

É imprescindível que você seja acessível ao cliente, ou seja, estar disponível para ele de todas as formas e pelo máximo de tempo possível. Isso porque, estar presente e demonstrar que se importa com seu cliente pode fazer toda a diferença para ele decidir fechar ou não o negócio.

Sendo assim, a comunicação deve ser prioridade para sua imobiliária.

A tecnologia deve ser sempre utilizada a seu favor, visto que oferece diversos recursos para facilitar a comunicação, como WhatsApp, redes sociais, chatbots e até mesmo portais de imóveis, que funcionam como catálogos online e que estão disponíveis 24 horas por dia para seus clientes.

Portanto, com essas técnicas e dicas além de aumentar suas vendas, você ainda vai se tornar autoridade no ramo imobiliário. É muito importante lembrar que esse conjunto não irá promover resultados de um dia para o outro, o modo mais rápido é por meio dos anúncios.

Contudo, para realmente colher bons frutos, a estratégia deve ser testada e otimizada sempre que ver necessidade, além de manter a constância na criação dos conteúdos.

Porque e como criar uma persona para seu blog

O que é uma persona?

Uma persona, basicamente, é um personagem criado pelos responsáveis pela criação de algum tipo de conteúdo de um blog ou mídia social para simular um cliente real e aumentar – talvez aumentar MUITO – as taxas de aceitação, leads e até de conversão de um determinado produto/conteúdo.

Quando se está a desenvolver um conteúdo, é muito interessante criar uma persona com as características típicas do seu público-alvo, otimizando assim este conteúdo e melhorando seus resultados.

Você ainda não tem um blog, deseja criar um mas não sabe como? Então leia: Ebook: Como criar um blog do zero

Por que criar uma persona?

Justamente porque isto vai lhe auxiliar – e muito – no desenvolvimento de conteúdo de qualidade para seu blog. Você vai conseguir descobrir aquilo que os seus visitantes estão procurando e direcionar este conteúdo a eles. As probabilidades de acertar mais com seu público-alvo através desta estratégia são incrivelmente altas, vale a pena tentar!

Como criar uma persona?

Nesta área do post vou lhes ensinar a criar a persona para seu empreendimento. As dicas a seguir foram retiradas do curso mude sua rotina, onde autor Breno ensina como criar uma persona para ganhar dinheiro através das redes sociais via celular.

Coletando informações relevantes

Reúna características físicas e mentais (psicológicas) do seu público-alvo;
Analise o tipo de conteúdo (vídeo, imagem, texto etc.) e o assunto que mais lhe interessam;

  • Procure saber os horários de pico em que a maioria dos seus clientes/leitores estão online para consumir seu conteúdo;
  • Qual o nicho que estas pessoas gostam e querem consumir conteúdo?
  • Gênero sexual e idade dessas pessoas;
  • Preocupações e inspirações;
  • Quais sites minha audiência costuma visitar?
  • Meu público-alvo está concentrado em quais redes sociais?
  • Dependendo do seu nicho de mercado, coletar mais informações que as citadas acima é interessante.

Estas informações são muito importantes para criar a sua persona, definir a personalidade e criar estratégias para melhorar seus resultados.

Você precisa saber o que estas pessoas estão procurando no seu mercado de atuação, para planejar a persona mais coerente possível com o perfil do seu público e acertar no conteúdo.

Reunindo as informações para criar a persona
Após coletar todas as informações acima, vamos reuni-las para detalhar o perfil do nosso potencial cliente.

  • Defina um nome para sua persona, caso seja de mais de um gênero, é considerável criar uma para cada gênero;
  • Defina quais produtos/serviços ela precisa;
  • Qual a renda e a quantia disponível que podem pagar por seu produto/serviço;
  • Quanto tempo passam na frente do computador por dia (qual parte deste tempo é reservada para estudar? E para trabalhar? E para lazer?);

Enfim, existem infinitas coisas para se adicionar a uma persona, nesta parte você tem que pôr sua criatividade em prática e criar um personagem de acordo com as necessidades do seu blog.

Conclusão

Depois de saber o que é e porque é importante ter uma persona para seu blog, deixo uma dica: se possível, transforme estes dados em um infográfico, irá facilitar o seu entendimento e o entendimento alheio, caso você resolva mostrar para outras pessoas.

7 características de um bom motorista de caminhão de reboque

Ser um motorista de caminhão de reboque nem sempre é uma tarefa fácil e pode ser muito agitado às vezes. A maioria dos empregos exige que você fique de plantão em determinados horários, o que pode significar ter que sair correndo no meio da noite, meio dormindo, para rebocar um carro.

Além disso, dirigir um caminhão de reboque também pode ser perigoso, especialmente quando você vê alguém preso na beira da estrada tarde da noite. Depois de estabelecer que eles são apenas pessoas normais que estão legitimamente tendo problemas com o carro,  você precisa se preocupar com o tráfego passando por você a, digamos, 105 km / h, esperando que eles mantenham distância e não oscilem.

Outra coisa é que as pessoas podem ficar muito zangadas quando você vem buscar o carro pelo qual pagaram há vários anos, mesmo que não tenham feito nenhum pagamento nos últimos 6 meses.

Portanto, ser um bom motorista de caminhão de reboque requer certas qualidades e características. Aqui estão 7 características de um bom motorista de caminhão de reboque.

1. Ousado, mas cauteloso

Uma coisa é certa, um bom motorista de caminhão de reboque é corajoso, mas cauteloso sobre o que faz. É importante que os condutores de guinchos estejam cientes dos perigos que podem ter de enfrentar diariamente e saibam como lidar com eles com segurança. Isso pode significar ter que fazer escolhas difíceis no calor do momento. 

2. Confiável e confiável

Estar de plantão é um compromisso ao  qual os bons motoristas de caminhão de reboque se mantêm fiéis, o tempo todo e não apenas quando lhes apetece. Não é fácil parar o que está fazendo para rebocar um carro, especialmente se for tarde da noite e você estiver dormindo. No entanto, um bom motorista de caminhão de reboque sempre chega lá o mais rápido possível. 

Coisa garantida no serviço de reboque rj 24 horas .

3. São amigáveis ​​e profissionais

Os bons motoristas de guinchos têm dias ruins, como todo mundo, mas quando estão lidando com um cliente, eles sempre são corteses, amigáveis ​​e profissionais.

4. Tenha paciência e mantenha a calma

Todo bom motorista de caminhão de reboque sabe como lidar com pessoas que estão perturbadas e frustradas, uma vez que têm de lidar com pessoas assim com frequência. Há momentos em que alguns indivíduos podem até mesmo fazer exame físico com motoristas de guincho, mas um bom motorista aguenta e espera pacientemente que eles se acalmem.

5. Fisicamente apto

Você tem que estar fisicamente apto para ser um motorista de guincho, já que há muito trabalho físico envolvido em enganchar veículos, lançar um conjunto de carrinhos, ou mesmo usar um guincho para puxar um carro de uma vala.

6. Licenciado

É claro que todo motorista precisa passar por vários testes, incluindo testes físicos, de visão, de drogas e de  antecedentes , para obter sua  licença para dirigir,  dependendo dos requisitos do estado. No entanto, bons motoristas geralmente não param por aí, eles continuam sua educação para alcançar objetivos mais elevados e obter mais certificações.

7. Ter conhecimento e experiência

Você não pode simplesmente esperar engatar um carro, entrar em um caminhão de reboque e sair dirigindo sem saber o que está fazendo. Um bom motorista de caminhão de reboque terá experiência e conhecimento suficiente para transportar veículos com segurança e especialização.

Descubra o tipo de carpete ideal para você

Descubra o tipo de carpete ideal para você

O carpete é um componente da identidade visual. Seja da sua casa, da sua empresa ou de eventos em geral.

Além da personalidade apresentada, ele oferece inúmeros benefícios na sua utilização.

Descubra o tipo de carpete ideal para você
Descubra o tipo de carpete ideal para você

Mas antes de comprá-lo é indispensável que você tenha plena confiança de qual material comprar, para evitar frustrações.

Independentemente da decisão tomada, tenha em mente que o carpete escolhido é o ideal para você.

Quer saber muito mais sobre as características e usabilidade deste material?

Fique conosco.

Este artigo foi preparado com muito carinho para você de dicas para sua casa.

Saiba quais os principais benefícios que o carpete vai te oferecer

O carpete é um material multifuncional. Geralmente, é procurado por quem tem o sonho de fazer o seu revestimento desta forma.

Ou por quem quer compor o design de sua empresa com esta peça.

Mas o que realmente este tipo de revestimento oferece.

  • Deixa o seu ambiente mais aconchegante e bonito
  • Os produtos estão disponíveis nas mais variadas cores, estampas e designers.
  • A peça pode ser escolhida em consonância com os móveis que já se encontram no local.
  • É parte integrante da identidade visual de um estabelecimento

O mercado disponibiliza o carpete para piso em vários materiais, oferecendo múltiplas possibilidades para aplicação.

Pode ser encontrado em poliéster, nylon ou polipropileno.

Sem contar que o material atua como isolador acústico, o que inibe a propagação de ruídos.

O barulho dos saltos, o arrastar das cadeiras, ou qualquer outro tipo de barulho emitido em seu ambiente não serão mais um problema.

Uma outro funcionalidade dele é o suporte a segurança de pessoas com mobilidade reduzida, como crianças e idosos por exemplo.

Somado a isso, o carpete para piso de poliéster não causa reações em pessoas alérgicas.

Para a tranquilidade de quem se preocupa com a higienização. Este processo é rápido e simples.

O carpete pode ser higienizado de forma caseira.

Bucha, água e sabão resolvem. A orientação é não sejam usados produtos químicos.

Existe um equipamento semelhante a um aspirador de pó, que pode ajudar na higienização caseira e deixá-lo limpinho.

Se o seu carpete para piso manchou uma solução caseira pode te ajudar a resolver:

Use uma colher de sopa de detergente neutro e uma colher de sopa de vinagre branco em 1 litro de água morna.

Balance o recipiente até que a solução se torne uma espuma, aplique diretamente na superfície a ser limpa e esfregue suavemente.

Depois de alguns minutos remova a espuma.

Mas esporadicamente é viável que seu carpete passe para uma limpeza profunda, para isso, contrate uma empresa especializada.

Depois de todos estes esclarecimentos, vamos ao questionamento que nos trouxe aqui:

Conheça o tipo de carpete ideal para você

Os diferentes tipos de material variam na sua composição, em suas características e na funcionalidade.

Veja estas atribuições de forma detalhada e entenda qual é o ideal ao que você procura.

1 – Mais resistente ao desgaste e mofo

Se você procura um material mais resistente ao desgaste e ao mofo, o material de nylon é ideal.

A estruturação de suas fibras mantém estas características básicas do carpete de nylon.

Este tipo de material é mais duradouro, quando utilizado com os cuidados necessários e resiste bem ao peso dos móveis.

O carpete de nylon é o mais popular e procurado do mercado

Trata-se do modelo mais indicado para ambientes com grande fluxo de pessoas.

2 – Facilidade de manutenção

Quem busca praticidade na manutenção, vai optar pelo carpete de polipropileno.

Motivo que faz a sua procura aumentar dia após dia, em função da facilidade de manutenção

Resiste bem as manchas. A criançada vai poder ficar à vontade.

A exemplo do nylon, é um material indicado para ambientes de fluxo intenso de pessoas.

3 – Maciez e resiliência

É o tipo de revestimento recomendado para quem busca por um carpete mais macio e resiliente.

Características básicas do poliéster.

Além disso, é um material ecológico, já que muitas empresas usam garrafas pets em sua produção.

Confira algumas dicas antes de escolher seu carpete

O carpete está nas casas, nas salas de estar, de TV ou mesmo nos dormitórios.

E ainda compõe a identidade visual de lojas, escritórios. Ajuda bastante nos cuidados com a saúde, se higienizado corretamente.

Primeiro porque evita o contato direto dos pés com o chão, diminuindo, assim as chances de resfriado.

E ainda porque apresenta em algumas composições, versões antialérgicas.

Existem algumas outras dicas que precisam ser levadas em conta antes de comprar o carpete para piso

Fique atento e descubra quais são elas:

  • Busque por modelos mais claros, que não apresentam tanto a sujeira.
  • Opte por aqueles que possuem cerdas menores, que não marcam tanto.
  • Cuide diariamente, ajude a manter o seu carpete novinho por um bom tempo.

Neste último caso, saiba que, uma manutenção adequada e a escolha por um produto de qualidade, vão fazê-lo durar mais tempo.

É certo que existem alternativas de revestimentos, porém o carpete para piso, ainda é a opção de um público amplo.

Além de deixar a casa linda e aconchegante, combina com a personalidade de quem o escolheu.

O uso carpete para se adequar as normas

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) criou em 2013, a norma NBR 15.575.

Que reza a obrigatoriedade de garantir as condições mínimas de trabalho e assegurar a proteção de colaboradores ou demais presentes.

Evitando problemas acústicos. Ocasionados por projetos e materiais inadequados na construção dos ambientes.

Muitas organizações ainda não estão em cumprimento dela, neste sentido, a orientação é que busquem se adequar.

O uso de carpete é uma alternativa com uma boa relação custo-benefício.

Não só para atender aos parâmetros legais, mas para tornar seu meio corporativo seguro e aconchegante.

Conclusão

A utilização do carpete dá uma nova identidade aos ambientes. E deixa-o mais confortável.

Já que suas fibras sintéticas reúnem pequenas porções de ar que promovem a retenção da temperatura.

A JC Decor quer deixar a sua empresa e sua casa cheia de personalidade, por um custo-benefício atrativo.

E nem é preciso sair de casa. Na nossa loja virtual você encontra variedade e ótimas condições.

Aqui você encontra carpete para piso e muito mais. Venha conhecer a JC Decor.