Quatro maneiras incríveis de obter mais crédito

Se existe um segmento da sociedade que tem maiores problemas para acessar uma linha de financiamento, essa é a das pessoas que ainda têm um crédito em vigor, ou seja, não o amortizaram. Mas se você precisar de mais dinheiro, você pode expandi-lo. Como?

Fonte imagem: Cartão de crédito

Este artigo descreve as opções mais inovadoras para obter mais crédito: de plataformas financeiras ou empréstimos alternativos a financiamento entre indivíduos.

A necessidade de ampliar a linha de crédito já atribuída leva os clientes a tentar explorar novas formas de financiamento, algumas delas convincentes e até originais.

Uma vez concedido um empréstimo, será muito mais difícil estendê-lo e até mesmo subscrever outro financiamento paralelo. Aqueles que, além disso, não tiverem uma folha de pagamento fixa, terão dificuldade de obter acesso a outros empréstimos, uma vez que o aumento do crédito não será garantido por um saldo saudável da conta corrente. Mas existem fontes alternativas de financiamento para aumentar o crédito? A resposta é sim e, às vezes, com resultados muito originais.

Plataformas Financeiras

Essas entidades financeiras não exigirão que seus reclamantes estejam livres de qualquer crédito contratado com bancos tradicionais. Afinal, o que eles buscam é que o retorno de seus microcréditos seja exercido em seus termos correspondentes.

De qualquer forma, serão valores muito limitados, que não ultrapassarão 1000 reais e com taxas de juros muito mais expansivas, acima de 25%. Os prazos de amortização são muito rígidos, pois variam entre um e três meses como limite máximo.

Expandir o crédito atual

Se você não estiver cumprindo os termos de seu crédito atual, será muito difícil para o banco aumentar seu valor. Para isso, é essencial negociar um novo período de amortização, que se tornará mais extenso e flexível quando for formalizado.

Pelo contrário, esta medida poderia implicar uma variação substancial nas taxas de juros que foram aplicadas até aquele momento. Será uma questão de negociar o caminho certo com a instituição financeira e obtê-la com as melhores condições de contratação.

Financiamento entre indivíduos

Se a busca por outras opções de financiamento através dos bancos não for viável, nem todas serão perdidas. Será sempre um recurso para os indivíduos obterem uma ponta de liquidez na conta corrente e seguros com melhores interesses, uma vez que são normalmente vendidos entre 6% e 8%.

Em contrapartida, os recursos que serão obtidos através deste sistema inovador serão menores (até cerca de 10 mil reais) e, em qualquer caso, são frequentemente direcionados para financiar projetos empresariais.

Créditos alternativos

Empréstimos alternativos ou empréstimos privados são produtos baseados no financiamento de atividades muito específicas.

Eles não são concedidos por entidades bancárias, mas são concedidos por instituições privadas. Mas se você não é um estudante que esgotou sua bolsa de estudos, concessão e outras opções, será difícil obtê-las.

Não é em vão que é este setor juvenil que está se beneficiando nos últimos meses de maiores propostas sob essas características.

Esta a procura empresas que fazem empréstimo pessoal com restrição?
Se esta endividado e precisa de fazer um empréstimo e não consegue porque o seu nome esta no spc e Serasa, eu tenho uma boa notícia para você.

Esse Guia tem ajudado muitas pessoas a sair do vermelho, pagar empréstimos e sair das dívidas. Mesmo com o nome sujo.

Consultar Segunda via Coelba

Está cansado de não receber sua conta de energia Coelba antes da data de vencimento? Você e outros milhares de clientes Coelba também sofrem com este mesmo problema.

Porem, alguns recorrem a internet para solucionar esse contra tempo. Neste artigo, iremos mostrar como você pode emitir a segunda via Coelba pela internet de forma simples.

2 via coelba
Fonte imagem: Coelba

 Passo a passo segunda via Coelba

1 ) O primeiro passo é acessar o portal Coelba.com.br, onde você terá acesso a suas contas para imprimir. Após carregar a página principal do site, localize no menu o banner “Agência Virtual Coelba” e clique nela.

2 ) Ao clicar no link “Agência Virtual Coelba” você será direcionado para uma página onde terá um lista com todos os serviços disponíveis. Nesta lista, localizar o link “2° via de conta” e clique nele.

3 ) Nesta mesma página será carregado um box com um formulário que você deve preencher com informações da sua conta. Informe número do contrato que esta localizada na parte superior da sua conta Coelba e os caracteres de validação do formulário, clique em autenticar e aguarde.

4 ) Caso todos os dados informados estejam corretos, você será direcionado para uma página com um lista de todas as suas contas em aberto. Selecione uma das contas e clique na impressora que aparece ao lado da data do vencimento para imprimir o mesmo.

Lembre-se de conferir os dados da conta que você acabou de gerar, pois você pode digitar o numero do contrato de outra instalação ativa e pode acabar efetuando o pagamento de outra pessoa.

Após imprimir sua conta, você pode efetuar o pagamento em qualquer agencia bancaria ou casas lotéricas da sua cidade.

Telefone para contato Coelba

Caso não consiga emitir a segunda via da sua conta através do passo a passo acima, entre em contato com a central de atendimento Coelba para obter auxilio.

Telefones para contato

0800 071 0800 – Número para ligação gratuita de qualquer região. Este número é para atendimento de emergência e funciona 24 horas por dia.

5 dicas de como reformar sua casa gastando pouco

Quando percebemos a necessidade de uma reforma, ou queremos mudar alguma coisa em casa, logo já vem à cabeça todos os gastos envolvidos.

Isso faz muitas pessoas desistirem, até porque toda reforma tem um custo. Mas, é possível sim, investir em uma nova roupagem para a sua casa, gastando pouco.

Por isso, se você tem vontade de mudar o visual da casa, mas está preocupado com o preço da reforma, esse post é para você!

Abaixo, confira 5 dicas de como reformar a sua casa gastando pouco.

1 – Use o mesmo material em vários cômodos da casa

Uma maneira de economizar com a sua reforma é comprar o mesmo material para toda a casa (ou pelo menos, para grande parte dela).

Por exemplo, se você deseja ter um ambiente mais aconchegante e acolhedor, com revestimentos em madeira, o preço dos tacos pode sair bem mais em conta, ao optar pela aquisição de mais peças.

Daí é só adquirir outros recursos de instalação, como grampeador para madeira, que pode ser essencial na hora de confeccionar um outro artigo, com o material excedente.

A mesma ideia pode ser aplicada para revestimentos em parede, inclusive as tintas. 

Normalmente, os galões de 18 litros de tinta têm um custo-benefício muito melhor, em comparação com as latas de 3,6 litros, ou até menores.

Além disso, importante destacar que ambientes pequenos, como apartamentos, dão a impressão de serem mais amplos, quando a mesma cobertura é aplicada em todos os cômodos.

Porém, no caso de tintas, vale a pena investir nas cores neutras, como branco, areia e gelo, já que nem todos os cômodos ficam bons com cores muito chamativas ou escuras.

Ademais, certas áreas da casa realmente não comportam os mesmos revestimentos, como a lavanderia e o banheiro, por exemplo.

Afinal, são ambientes que precisam de mais proteção, especialmente em relação a impermeabilidade.

Por conta disso, verifique quais são os espaços que podem compartilhar o mesmo material.

2 – Construa os seus próprios artigos de decoração

O DIY (Do It Yourself, ou em tradução, “faça você mesmo”) tornou-se uma tendência nos últimos tempos, especialmente para a decoração de casas.

Isso porque além de gastar pouco, quando fazemos nossos próprios artigos decorativos, conseguimos deixar a casa com a nossa cara, colocando a nossa personalidade naquilo que estamos fazendo.

Assim, você mesmo pode criar um revestimento para parede usando uma película antivandalismo para carros, vinis antigos, pôsteres, entre outros objetos que seriam descartáveis.

O DIY também é uma maneira de contribuir com o meio ambiente e reduzir o descarte de materiais. Ou seja, mais do que decorar, você também está contribuindo com o meio ambiente e com a sustentabilidade.

O importante é usar e abusar da criatividade!

3 – Use vasos com plantas na decoração

Os vasinhos de plantas sempre foram os queridinhos da decoração. Mas, muita gente acaba se esquecendo do quanto eles contribuem para alegar e melhorar o ambiente, e o melhor: são bem baratinhos.

Você pode optar pela decoração com:

  • Plantas suculentas;
  • Vasos com flores;
  • Samambaias penduradas;
  • Pequenos ecossistemas.

Vale dizer que as flores e as folhagens têm poder de preencher os espaços da casa, renovar as energias e melhorar a climatização do ambiente.

Além disso, você pode usar os vasos para tapar algumas imperfeições, ou até mesmo itens que você deseja “esconder” das vistas, como uma tomada 20 amperes, fios e buracos na parede.

4 – Personalize os artigos de segurança

Dá para aliar beleza e segurança na decoração da sua casa. Por exemplo, você pode colocar enfeites na tela de proteção para gatos da janela, enfeitando o ambiente, sem abrir mão da tranquilidade.

Importante destacar que, não só as telas de proteção, mas alguns outros artigos de segurança, como tapetes antiderrapantes, vedadores, tampas de quinas, entre outros, também podem ser decorados.

Assim, como os artigos DIY, o segredo é usar a criatividade para confeccionar uma decoração personalizada e bonita.

5 – Contrate uma mão de obra de confiança

Mas, se a sua casa está precisando mesmo é de uma reforma estrutural, sem condições de fugir de uma obra, a melhor forma de economizar é contratando profissionais de confiança.

Afinal, você terá segurança de que o serviço está sendo bem feito e, ao mesmo tempo, a cobrança é justa.


Fora que, os profissionais de qualidade não costumam enrolar com os prazos de entrega, cumprindo com assertividade o cronograma de obras.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Como Inbound Marketing pode alavancar seu negócio

Longe das propagandas tradicionais que costumamos ver por aí, o Inbound Marketing é uma estratégia que busca cativar o público, oferecendo não uma oferta ou promoção, mas sim, conteúdo de qualidade.

Hoje em dia a informação tornou-se uma moeda de trocas extremamente valiosa, ainda mais em tempos de internet. 

As pessoas querem saber mais sobre os assuntos e, por conta disso, milhões de pesquisas são feitas todos os dias.

Diante disso, já estava na hora das empresas modificarem as suas estratégias de divulgação, levando em conta o novo comportamento dos consumidores. Daí surge o Inbound Marketing.

No post de hoje, vamos falar mais sobre essa estratégia e como você pode usá-la para alavancar seu negócio. 

Continue nos acompanhando!

O que é esse tal de Inbound Marketing?

Também conhecido como “marketing de atração”, o Inbound teve origem em 2009, nos Estados Unidos, com a publicação do livro “Seja encontrado usando o Google, a mídia social e os blogs”, por Brian Halligan e Dharmesh Shah.

Os autores enfatizaram que é possível atrair os clientes por meio de conteúdo relevante, sem interrompê-los, especialmente quando estão navegando na internet.

Na prática, isso significa que ao invés de uma propaganda invasiva sobre um determinado produto, como tacógrafo eletrônico, o Inbound Marketing produzirá um material informativo acerca do equipamento, ressaltando suas características e modos de uso.

Ou seja, o foco não está diretamente ligado às vendas, mas sim, para a conscientização de negócios na internet. 

Desse modo, a fidelização e a captação dos clientes são melhores, enquanto as vendas tornam-se uma consequência.

A estratégia é altamente eficaz, visto que 60% dos clientes afirmam ter uma visão mais positiva sobre a marca, após consumir o conteúdo, segundo pesquisas.

Além do mais, o Inbound Marketing consegue compartilhar informações interessantes a respeito de um produto ou serviço que, em muitos casos, o público nem ao menos conhecia ou sabia que tinha necessidade daquilo.

Por exemplo, ao explicar o que é o jateamento abrasivo, a empresa pode criar um interesse da audiência, especialmente de quem precisa limpar superfícies, mas não fazia ideia do que era o processo de jateamento.

O Inbound Marketing também apresenta muitos outros pontos positivos, entre os quais:

  • Preço de investimento mais barato do que o marketing tradicional;
  • ROI (Retorno sobre Investimento) altamente positivo;
  • Maior atração de visitantes para os websites da empresa;
  • Maior número de conversão de leads (potenciais clientes).

Não é à toa que as empresas estão cada vez mais interessadas no Inbound Marketing. 

Só no Brasil, cerca de 70% dos empreendimentos utilizam a estratégia e esse número só tende a crescer.

Mas, como eu posso aplicar o Inbound Marketing no meu negócio?

Há maneiras muito simples e eficazes para usar o Inbound Marketing na sua empresa. Por isso, se você ainda não aplicou a estratégia no seu negócio, não se desespere.

Abaixo, separamos algumas técnicas que podem te ajudar a produzir materiais com o uso do Inbound Marketing e ter ótimos resultados.

1 – Publicação de artigos em blogs

Os blogs são os grandes aliados na produção e compartilhamento de conteúdo relevante. 

Aliás, eles são as ferramentas mais usadas na estratégia de Inbound e do Marketing de Conteúdo.

De forma resumida, você pode criar artigos sobre seus produtos ou serviços e publicá-los diretamente no blog da empresa. 

Assim, caso você queira falar sobre a instalação de uma rosca transportadora helicoidal, basta escrever um texto interessante ao seu público.

Pesquisas na área de marketing digital apontam que as organizações que usam os blogs conseguem aumentar em 97% o número de visitantes para o website corporativo. 

Por isso, ter um blog é quase que uma prioridade para o Inbound Marketing.

2 – Aplicação do SEO

O SEO (Search Engine Optimization) faz parte de um conjunto de técnicas que ajudam o seu site ou blog a aparecer entre os primeiros resultados de busca no Google, ou em demais buscadores.

A otimização pode ser feita em conjunto com a produção de artigos para o blog, pois uma das características básicas do SEO é o uso de palavras-chave ao longo dos textos, com os termos mais procurados pelos usuários.

Assim, ao tratar de decalque do chassi, por exemplo, você pode usar as palavras-chave mais buscadas e melhorar o ranqueamento da sua página.

Vale dizer que o Google, assim como os outros buscadores, também leva em conta a relevância do conteúdo. 

Por isso, não deixe de produzir algo de qualidade, para que os leitores se sintam atraídos e contemplados com as suas informações.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Onde Encontrar Tradutor Juramentado Italiano?

tradutor juramentado italiano
tradutor juramentado italiano
tradutor juramentado italiano

No processo de requerimento da cidadania italiana, um passo muito importante é encontrar um tradutor juramentado italiano.

Esse profissional é de suma importância para quem quer tirar a dupla cidadania, visto que ele irá fazer a tradução dos seus documentos de forma oficial.

Aliás, esse é um ponto importante, pois é preciso que você saiba, primeiramente, o que é a tradução juramentada e depois conheça o responsável por realiza-las.

Quer saber tudo referente a esse importante assunto no processo para tirar sua cidadania italiana?

Então não deixe de acompanhar esse artigo até o final!

Tradutor juramentado italiano: Onde é possível encontrar um?

O que é tradução juramentada?

Para traduzir documentos para o processo de pedido de cidadania, seja qual for ela, é muito importante realizar a tradução juramentada dos mesmos.

E qual é a diferença desse tipo de tradução para a tradução normal?

A resposta é simples, na tradução normal ou simples, como a que se faz de um artigo, texto ou livro, não há autenticidade comprovada oficialmente na mesma.

Assim, para que ocorra a tradução de documentos para outro idioma, a mesma precisa ser autenticada comprovadamente.

Isso porque é preciso que haja uma garantia de aquilo que está sendo traduzido está realmente correto e é verdadeiro, ou seja, que a tradução de um idioma para outro não teve alterações.

Para que os documentos possam ter esse atestado de autenticidade ou de fidelidade, portanto, é preciso que os mesmos sejam traduzidos por um tradutor oficial.

Esse tradutor é chamado de tradutor juramentado, que é aquele que é aprovado em um concurso público e está apto, portanto, para realizar o processo de forma oficial.

Assim, o próximo passo de saber onde encontrar um tradutor juramentado italiano é, justamente, saber exatamente o que é esse profissional.

O que é um tradutor juramentado?

O tradutor juramentado trata-se daquele profissional que é responsável por realizar as traduções juramentadas, que são traduções oficiais.

Essas traduções são as únicas aceitas para documentos oficiais em processos de cidadania, por exemplo, pois atestam a autenticidade as informações que foram vertidas de um idioma para outro.

Para tornar-se um tradutor juramentado italiano, ou em qualquer outro idioma, é preciso, primeiramente, ser aprovado em um concurso público. O último, no entanto, foi realizado no ano de 2000. Não há previsão para abertura de novo edital.

Esses tradutores devem dominar o idioma estrangeiro em que pretendem especializar-se, e prestar, então, o concurso realizado pelas Juntas Comerciais.

Após serem aprovados, os mesmos precisam estar registrados/cadastrados em uma junta referente ao estado em que reside.

Apenas depois dessas etapas é que o profissional estará, oficialmente, apto para exercer a tradução juramentada.

Onde encontrar tradução juramentada em Santos?

Se você está pensando em requerer sua dupla cidadania italiana e está em buscar de um local para realizar tradução juramentada em Santos, a 4DOC é o local perfeito.

Você poderá encontrar um tradutor juramentado italiano, devidamente cadastrado e registrado na Junta Comercial regional, para fazer a tradução oficial dos seus documentos.

E quais são os documentos que o tradutor concursado deverá traduzir para o italiano para o processo de cidadania?

Esses documentos são:

  • Ficha de cadastro de requerimento (do requerente)
  • Árvore genealógica (do requerente)
  • RG (identidade), CPF, Título de Eleitor, cópia e original de todos (do requerente)
  • Comprovante de residência, que deve ter no máximo 6 meses (do requerente)
  • Certidão de registro civil em inteiro teor, que esteja apostilada, em uma segunda via original, que seja recente e que esteja em bom estado de conservação (do requerente)
  • Certidão de casamento e certidão de óbito, se for o caso (do parente italiano)
  • Certidão de naturalização, caso haja (do parente italiano)
  • Certidão negativa de naturalização, se for o caso (do parente italiano)
  • Certidão de Nascimento ou de Batismo emitido pela Comune Competente ou pela Paróquia local da Comune

Desse modo, todos esses documentos precisam passar pelas mãos do tradutor juramentado italiano e serem validados pela tradução do profissional oficial.

Qual é o preço da tradução juramentada?

Agora que você já conheceu mais sobre o que é a tradução juramentada e o que é o tradutor concursado (no caso, o tradutor juramentado italiano), é hora de saber qual o preço de uma tradução oficial.

A primeira coisa a saber sobre preço tradução juramentada é que o mesmo varia de acordo com alguns fatores, ou seja, em cada tipo de pedido de cidadania pode haver um preço diferente.

Isso porque o primeiro fator a levar em consideração é sobre o número de páginas que será preciso ser traduzido.

Além disso, também conta o tipo de documento que o tradutor juramentado italiano irá realizar a tradução.

Fora isso, os preços também variam de acordo com cada estado, portanto, é preciso verificar os mesmos na Junta Comercial do estado.

De um modo geral, o valor de uma lauda traduzida fica sempre entre R$ 40,00 e R$ 60,00, ou seja, leve essa como uma média aproximada de quanto irá pagar no total.

Conclusão

Como você viu, para traduzir os documentos de forma oficial para o pedido de cidadania italiana, por meio de uma tradução juramentada, é necessário o trabalho de um tradutor juramentado italiano.

Neste texto, você pôde conhecer mais sobre o que é a tradução juramentada e o que é um tradutor juramentado, assim como também onde encontrar um profissional concursado em Santos.

Gostou do artigo de hoje sobre onde encontrar tradutor juramentado italiano?

Se você ficou com alguma dúvida sobre esse assunto, escreva-a abaixo nos comentários para que eu possa ajudá-lo.

Os conceitos de varejo mais inovadores já estão sendo testados agora

O negócio de vender produtos em lojas de varejo está enfrentando muitos desafios. Um dos mais fundamentais é: o que deve ser uma loja de varejo? Isso costumava ser simples – as lojas têm coisas e querem vendê-las. Agora, as mudanças tecnológicas e culturais nos fizeram questionar como isso deveria ser feito. As lojas precisam repensar a melhor maneira de atender os clientes e quais funções uma loja deve atender.

Para que você não pense que as lojas estão indo embora, lembre-se de que ninguém criou um modo mais eficaz para converter navegadores em clientes e criar lealdade à marca do que lojas físicas. Então não, as lojas não estão desaparecendo. Mas eles vão mudar e agora ninguém sabe exatamente como. Vamos ver mais novas idéias, mais experimentação, mais adaptação de conceitos do que nunca.

Por enquanto, as marcas precisam se perguntar:

  • Preciso de lojas físicas próprias ou posso vender meus produtos na loja de outra pessoa?
  • Se eu precisar de minhas próprias lojas, qual o tamanho delas? Na recente conferência de Etail East , Jared Blank, da Bluecore , disse: “O gênio da Bonobos era que as lojas não precisam ter 5.000 pés quadrados em um shopping, elas podem ter 1.000 pés quadrados”. Blank se referia à marca masculina que permite experimentar roupas na loja, mas não possui estoque para vender; tudo o que você compra é enviado a você do armazém após a compra.
  • Quanto estoque uma loja deve ter e como isso deve ser equilibrado com o estoque on-line, de maneira apropriada para cada produto e marca?
  • A manutenção de estoque em uma loja pode ser justificada quando o custo do espaço para exibição e armazenamento é tão alto e existe o risco de que se torne obsoleto?
  • O que mais deveria estar acontecendo nas lojas além de vender coisas?

As respostas a essas perguntas serão diferentes para diferentes tipos de produtos, pneus não são jóias. As respostas que os varejistas encontrarão determinarão seu sucesso ou fracasso. Sua capacidade de experimentar coisas novas criará todos os novos tipos de lojas que ninguém jamais viu antes. Esse é um grande desafio para os varejistas, mas para os consumidores é divertido e interessante vê-lo evoluir.

Recentemente, conversei com várias empresas cujos serviços e funções complementam, competem e desafiam o que as lojas sempre fizeram. Todos eles são inovadores e interessantes e para onde vai agora dependerá, em última instância, dos consumidores.

Relógios de parede o item que valoriza a decoração

Mesmo fora de moda por um tempo, o relógio de parede ainda é um dos itens mais usados na decoração. O relógio de parede enfrenta inúmeros dilemas, ao ser usado na hora de decorar um ambiente.

Para que você acerte e use o relógio como um acessório que valoriza a sua decoração o primeiro passo é entender que muitas vezes o relógio, está ali como um objeto de funcionalidade, assim será mais fácil combiná-lo com suas decorações.

Atualmente os relógios de parede estão ganhando diversas variações muito interessantes e que podem ser usadas em qualquer ambiente da sua casa. Porém, o seu maior destaque continua sendo para o relógio de cozinha.

O relógio de parede dá um toque de elegância e sofisticação ao seu ambiente. Dessa forma, para escolhê-lo é preciso atenção, pois ele deve combinar com a decoração do cômodo.

Assim se você está sentindo que falta de algo em seu ambiente o relógio de parede pode ser a peça que falta para valorizar a sua decoração. Leia este texto até o seu final e saiba como o relógio valoriza a sua decoração.

Como decorar sua casa usando relógios

Todos sabemos que a partir do momento que a decoração combina entre si na sua casa, isso pode deixá-la muito mais bonita e agradável. Isso pode acontecer tanto pela escolha de móveis, texturas e cores. Todos esses itens combinados deixam o seu ambiente com o seu estilo.

Dessa forma, o relógio de parede é uma ótima opção, com tantos modelos, estilos e cores fica praticamente impossível errar na sua escolha. Agora conheça quais são os itens mais importantes para considerar ao escolher seu relógio de parede:

Tema da decoração

O relógio de parede precisa combinar com o estilo de decoração escolhido por você. Seguindo esse raciocínio se você optar por uma decoração no estilo clássico, por exemplo, o relógio de parede deve manter o padrão, com detalhes que ressaltam o estilo de sua escolha. Já se o estilo escolhido for o moderno, invista em peças mais atuais… E assim por diante.

Dimensões do seu relógio

Outro ponto importante é definir o tamanho do seu relógio de parede. Se você possui quadros ou porta-retratos em sua parede, uma opção interessante é escolher uma peça mais chamativa para que ela se destaque entre as demais.

Agora se sua parede for exclusivamente para o relógio teste escolher um modelo maior, porém isso não significa que escolher um relógio menor não fique bonito. O critério mais importante na hora de escolher o tamanho do seu relógio e ter bom senso e aquele que se encaixe melhor ao seu ambiente.

Definindo espaços

Os relógios de parede põem ser usado em todos os cômodos da sua casa, no entanto, é preciso atenção para que ele fique bom no espaço que você escolher. Relógios de parede com temas de comida, por exemplo, ficarão muito melhores na cozinha do que no quarto ou na sala, por exemplo. Como já vimos o essencial é ter bom senso.

Modelos de relógio de parede

Os principais modelos de relógios de parede são os modernos, convencionais, redondos, ovais, quadrados, os carrilhões e o modelo cuco. Esses primeiros modelos podem ser encontrados em plástico, madeira, acrílico, entre outros. São os modelos mais escolhidos para quem gosta de itens coloridos.

Já para os modelos, carrilhão, eles são feitos geralmente de madeira e funcionam com o uso de um pêndulo, esse pêndulo movimenta as engrenagens presentes no interior do relógio carrilhão.

Já os modelos, cuco, são feitos em madeira e possui características exclusivas e cada um deles. Ele também funciona com um pêndulo e tem esse nome devido ao passarinho cuco, esse relógio pode ser programado para tocar na hora escolhida.

Onde usar cada um

Conhecido por seu relógio extremamente clássico e chique, o relógio carrilhão é uma excelente escolha para ocupar a sua sala de estar, principalmente se seu objetivo for trazer um ambiente tradicional. Além disso, ele é um item que combina com móveis e sofás rústicos.

Como o relógio cuco possui um toque tradicional, ele chama muito a atenção e atrai olhares de todos. Uma boa ideia é colocá-lo como um objeto de decoração sofisticado e requintado. Assim procure equilibrar o restante dos objetos da sua decoração, para que ele não se perca no ambiente.

Os modelos convencionais tem uma variedade maior de usos. Os relógios coloridos, são usados como opção para deixar o seu ambiente mais alegre e descolado. Eles podem ser usados na cozinha, salas e quartos, por exemplo. Enquanto os relógios com cores neutras são boas opções para escritórios, consultórios e ambientes mais sóbrios.

Portanto, como vimos os relógios de parede podem ser uma excelente opção para valorizar a decoração do seu ambiente. Eles são versáteis e úteis e podem combinar com qualquer ambiente. Ele serve como um detalhe para sua decoração, mas também podem ser usados como a peça de destaque em um ambiente.

Antes de comprar qualquer relógio de parede para a sua casa faça uma pesquisa antes, veja diferentes modelos, analise cada um deles e por fim escolha aquele que combine perfeitamente com o ambiente da sua casa. Se você gostou deste conteúdo sobre como os relógios de parede valorizam a sua decoração deixe o seu comentário e me conte como ele te ajudou.

Casas a venda com piscina: quais os cuidados?

Quando um imóvel tem uma piscina, isso é considerado um grande diferencial. Afinal, ter uma área externa em que é possível curtir o sol, convidar amigos e se refrescar, é incrível. Mas, quando começar a buscar casas a venda que tenham piscina, você não deve deixar alguns cuidados de lado.

Quando o imóvel fica em condomínio, normalmente já existe uma equipe responsável pelos cuidados com a piscina e por impor algumas restrições. Já quando a piscina está em uma casa, normalmente essa manutenção é feita por conta própria pelo proprietário. E é nessa hora em que você precisa ter cuidados, devido aos produtos que água da piscina deve receber, já que um erro pode ocasionar muitos problemas.

Cuidados com casas a venda com piscina

Se você está em busca de casas para alugar que tenham piscina, você deve estar atento ao estado da piscina. Comprador e vendedor devem conversar sobre os detalhes do local de lazer, para que depois que o negócio for fechado, não apareçam problemas.

Preste atenção em detalhes como:

  • Tipo da piscina;
  • Proteção dos mecanismos de aspiração de água;
  • Aplicação dos produtos de higiene da piscina;
  • Se a bomba e o filtro estão funcionando de forma correta.

Com relação aos tipos de piscina, as que são de fibra de vidro mancham com maior facilidade se há aplicação exagerada de cloro. Já as de vinil podem ser perfuradas com mais facilidade, e as de alvenaria – que podem ser feitas com azulejos, pastilhas ou pedras – acumulam sujeira mais facilmente.

Piscinas em apartamentos

Casas a venda que tenham piscina exigem os cuidados que acabamos de falar, o que já não acontece com os apartamentos. Pois, normalmente todos os moradores do prédio possuem fácil acesso as informações relacionadas à piscina, como os dias em que é feita a limpeza e manutenção.

Neste cenário, todos também devem estar cientes de eventuais interdições, regras com relação ao uso da piscina e como deve ser mantida a harmonia entre os moradores. Todos esses detalhes são decididos em assembleia.

Pode ser definido, por exemplo, o horário de acesso à piscina e se convidados tem o direito de usá-la. E é bom lembrar que o  síndico tem poder de suspender qualquer combinado firmado na assembleia, e assim podem ficar até ser marcada uma nova reunião para discutir o assunto.

Cada condomínio possui regras exclusivas, assim como os direitos e deveres, mas algumas normas são mais comuns. Por exemplo:

  • A proibição do uso da piscina durante a madrugada;
  • Placa de identificação de profundidade;
  • Crianças menores de 5 ou 6 anos só podem frequentar a piscina acompanhadas;
  • Convidados só podem utilizar o local com autorização;
  • Ter exame médico em dia;
  • Respeitar dias e horários de manutenção.

Se você está em busca de casas para alugar ou apartamentos em condomínios que tenham piscina, deve tirar todas as suas dúvidas com o locador e, até mesmo, o síndico. Só assim você pode se prevenir e não ser surpreendido com normas ou situações que não esperava.

Esperamos que tenhamos tirado suas dúvidas sobre o tema! Continue nos acompanhando para mais conteúdos sobre o universo imobiliário, até a próxima!

Outubro Rosa: tatuagens e micropigmentação ajudam as vítimas de câncer de mama a restaurar a sua confiança

O câncer da mama é uma realidade na vida de muitas mulheres. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), é a doença mais comum no mundo e a segunda mais disseminada no Brasil, depois do câncer de pele, com cerca de 25% dos novos casos por ano. Embora os números sejam chocantes, deve-se ter em mente que existem tratamentos que podem incluir radioterapia, quimioterapia e mastectomia (a remoção da mama), dependendo do diagnóstico.

A cirurgia é a fase mais difícil porque muitas vezes atinge seriamente a auto-estima da paciente. Por outro lado, existe uma solução que pode restaurar o sorriso e a auto-estima destas guerreiras: a colocação de prótese e a remodelação da aréola, que pode ser feita com uma tatuagem ou com uma micropigmentação. DermaClub tem compartilhado algumas das formas pelas quais estes tratamentos estéticos podem mudar a vida de uma mulher após o câncer.

Fatos sobre o câncer de mama

Segundo a INCA, o câncer de mama é uma doença causada pela proliferação de células anormais da mama que formam um tumor. Existem também diferentes tipos de câncer: alguns crescem mais rapidamente, outros mais lentamente. No entanto, a melhor hipótese de curar esta doença é o diagnóstico e tratamento precoce. Se já examinou os seus seios e suspeita de um problema, consulte o seu ginecologista ou mastologista e faça uma mamografia o mais rapidamente possível.

A tatuagem e a micropigmentação são alternativas para redesenhar a auréola

Após a mastectomia, as mulheres têm a oportunidade de usar implantes de silicone e redesenhar a auréola com tatuagens (permanentes) e micropigmentação (que podem ser retocadas a cada seis meses) de um especialista. Em Outubro, muitas clínicas de beleza e tatuagens abrem um lugar no seu calendário e fazem-no de graça para as pacientes que tiveram câncer da mama. Descubra se há profissionais na sua cidade que fazem isto.

Como você pode proteger e tratar seu câncer de mama a tempo?

O INCA adverte que cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem prevenir hábitos saudáveis. Estes estão entre eles:

Também é importante que as mulheres examinem sempre os seus seios (seja na casa de banho, disfarçadamente ou em outras situações do dia-a-dia). Não existe uma técnica específica, apenas tendo o cuidado de tocar e detectar pequenas alterações nos seios, por exemplo:

  • A presença de uma massa dura, endurecida e normalmente indolor (caroço)
  • Cuidado com as fugas de líquido nos mamilos e com as alterações na extremidade do peito;
  • Pele vermelha ou laranja sobre o peito;
  • Danos sucessivos nos mamilos e pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço.

Se você tem entre 50 e 69 anos, você deve fazer uma mamografia a cada dois anos para detectar o câncer antes que os sintomas apareçam ou para verificar mudanças suspeitas. Cuide da sua saúde, previna e trate o câncer da mama!

Como saber a operação da conta?

Já se deparou com a situação de não saber o código banco na hora da transferência bancária? Ou então sequer sabe o que é esse código? Nesse texto vamos explicar tudo o que você precisa saber para realizar transferências sem empecilhos.

Afinal, o que é código banco?

Você precisa pagar alguém e na hora da transferência estava solicitando o código banco, mas você não sabia o que era esse tal de código. Bom, o código banco é o número da operação da conta, ou seja, o número que identifica para qual banco você está querendo transferir o dinheiro.

Cada banco possui seu próprio número, o qual foi determinado pelo Banco Central quando o mesmo percebeu que as instituições bancárias estavam crescendo e se expandindo. Dessa forma, podemos encarar esse código como o número do RG do banco, é um código único de três dígitos para um único banco.

Esse código só é solicitado quando a transação bancária é feita de um banco para outro, ou seja, se você quiser transferir, por exemplo, da Caixa para o Santander.

Onde encontro o código banco?

Já sabemos que para realizar um TED ou DOC para outra instituição bancária, é necessário informar o código banco, mas como saber qual o código?

Quando você for transferir via aplicativo ou internet o campo a preencher irá disponibilizar uma lista completa na qual você poderá encontrar o banco que procura junto com seu respectivo código. Caso você não encontre na lista, provavelmente será pelo motivo de que a instituição buscada não possui o código COMPE, que é esse código de três dígitos ao qual estamos nos referindo.

Caso o número não seja informado, você terá que buscar pelo código ISPB dele no próprio aplicativo ou meio que estiver usando, se houver a opção, ou então realizar uma busca rápida na internet. O ISPB é basicamente a mesma coisa, porém seu código é formado por oito dígitos, o qual também corresponde à identificação do banco, apenas não é tão utilizado como o outro.

Lista de código banco COMPE e ISPB

Com a expansão do mercado financeiro, muitas instituições bancárias acabam surgindo com cada vez mais novas tecnologias e facilidades. A seguir disponibilizamos uma lista sobre os principais bancos, físicos e digitais, e seus respectivos códigos COMPE e ISPB.

  • Banco Santander: 033 ou 90400888
  • Banco Bradesco: 237 ou 60746948
  • Banco do Brasil: 001 ou 00000000
  • Banco Itaú – 341 ou 60701190
  • Nubank: 260 ou 18236120
  • Citibank: 745 ou 33479023