O SEGURO VIAGEM PARA INTERCÂMBIO É OBRIGATÓRIO?

Está pensando em fazer um intercâmbio em outro país, para aprimorar os seus conhecimentos em outros idiomas, vivenciar outras culturas e turbinar o seu currículo? Pois saiba que em alguns países é obrigatório que o intercambista tenha um seguro viagem intercâmbio.

E mesmo que você não vá fazer o intercâmbio em um país que exige esse tipo de seguro, é sempre bom contar um seguro viagem intercâmbio, para não depender da saúde pública do país. Não há hora e nem local para ficar doente ou sofrer um acidente e, caso isso ocorra com você durante a estadia em outro país, com certeza gastará muito mais para se cuidar ou se recuperar. Então, pense em fazer um seguro viagem intercâmbio.

O seguro viagem para intercâmbio é obrigatório

Países que exigem seguro viagem

A seguir, você confere alguns dos países que exigem que os estudantes tenham um seguro viagem intercâmbio:

  • Austrália,
  • Alemanha,
  • Bélgica,
  • Áustria,
  • Eslováquia,
  • Dinamarca,
  • Espanha,
  • Eslovênia,
  • Finlândia,
  • Estônia,
  • Grécia,
  • França,
  • Islândia,
  • Hungria,
  • Liechtenstein,
  • Itália,
  • Lituânia,
  • Letônia,
  • Malta,
  • Luxemburgo,
  • Países Baixos,
  • Noruega,
  • Portugal,
  • Polônia,
  • Suécia,
  • República Tcheca,
  • Cuba,
  • Suíça, entre outros.

 

Como funciona o seguro viagem intercâmbio?

Ao fazer um seguro viagem intercâmbio, você se sentirá muito mais seguro e tranquilo, devido às assistências oferecidas por esses planos. Você pode escolher um plano mais barato, com serviços básicos, ou planos com coberturas adicionais.

Quanto mais coberturas você incluir no seu plano, mais alto será o preço, claro. Mas pode ser interessante pagar um pouco a mais e contar com assistências extras enquanto você estuda fora do país.

Algumas das coberturas básicas

  • Cobertura médica: atendimento em caso de doenças ou acidentes em hospitais particulares vinculados ao seu seguro viagem intercâmbio.
  • Translado de corpo: caso o segurado venha a falecer, o seguro cobre as despesas com o transporte do corpo do país estrangeiro até o país de origem do estudante.

Coberturas adicionais

  • Assistência odontológica: cobertura para procedimentos odontológicos em clínicas credenciadas. Não inclui, geralmente, implantes ou procedimentos estéticos dentários.
  • Indenização por bagagem: indenização diária por bagagem extraviada ou danificada. Com valores pré-definidos em contrato.
  • Despesas para acompanhante: caso o intercambista fique internado e precise de um acompanhante, o seguro cobre as despesas de ida, volta e hospedagem de um acompanhante indicado pelo segurado.
  • Transporte para a residência: caso um médico ateste que o segurado sofre de algum problema que impede a sua locomoção do estabelecimento de saúde até a sua residência, o seguro oferece esse transporte.
  • Farmácia: indenização parcial ou total de gastos com remédios que contem com receita médica.

 

Como escolher o seguro saúde para intercâmbio?

Procure fazer o seguro com até um mês de antecedência da viagem, não deixe para a última hora. Faça cotação e veja o quanto você pode pagar por mês. Lembre-se que você pagará pelo seguro viagem intercâmbio apenas pelo tempo que estudar fora do país.

Uma das melhores formas de obter diversas opções e melhores preços de seguros é por meio da empresa Multi seguro viagem: https://www.multiseguroviagem.com.br/ uma das empresas mais renomadas do país em diversos tipos de seguro viagem, incluindo seguro viagem intercâmbio.

Cuide da sua estadia e fique tranquilo durante a sua viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *