Relógios de parede o item que valoriza a decoração

Mesmo fora de moda por um tempo, o relógio de parede ainda é um dos itens mais usados na decoração. O relógio de parede enfrenta inúmeros dilemas, ao ser usado na hora de decorar um ambiente.

Para que você acerte e use o relógio como um acessório que valoriza a sua decoração o primeiro passo é entender que muitas vezes o relógio, está ali como um objeto de funcionalidade, assim será mais fácil combiná-lo com suas decorações.

Atualmente os relógios de parede estão ganhando diversas variações muito interessantes e que podem ser usadas em qualquer ambiente da sua casa. Porém, o seu maior destaque continua sendo para o relógio de cozinha.

O relógio de parede dá um toque de elegância e sofisticação ao seu ambiente. Dessa forma, para escolhê-lo é preciso atenção, pois ele deve combinar com a decoração do cômodo.

Assim se você está sentindo que falta de algo em seu ambiente o relógio de parede pode ser a peça que falta para valorizar a sua decoração. Leia este texto até o seu final e saiba como o relógio valoriza a sua decoração.

Como decorar sua casa usando relógios

Todos sabemos que a partir do momento que a decoração combina entre si na sua casa, isso pode deixá-la muito mais bonita e agradável. Isso pode acontecer tanto pela escolha de móveis, texturas e cores. Todos esses itens combinados deixam o seu ambiente com o seu estilo.

Dessa forma, o relógio de parede é uma ótima opção, com tantos modelos, estilos e cores fica praticamente impossível errar na sua escolha. Agora conheça quais são os itens mais importantes para considerar ao escolher seu relógio de parede:

Tema da decoração

O relógio de parede precisa combinar com o estilo de decoração escolhido por você. Seguindo esse raciocínio se você optar por uma decoração no estilo clássico, por exemplo, o relógio de parede deve manter o padrão, com detalhes que ressaltam o estilo de sua escolha. Já se o estilo escolhido for o moderno, invista em peças mais atuais… E assim por diante.

Dimensões do seu relógio

Outro ponto importante é definir o tamanho do seu relógio de parede. Se você possui quadros ou porta-retratos em sua parede, uma opção interessante é escolher uma peça mais chamativa para que ela se destaque entre as demais.

Agora se sua parede for exclusivamente para o relógio teste escolher um modelo maior, porém isso não significa que escolher um relógio menor não fique bonito. O critério mais importante na hora de escolher o tamanho do seu relógio e ter bom senso e aquele que se encaixe melhor ao seu ambiente.

Definindo espaços

Os relógios de parede põem ser usado em todos os cômodos da sua casa, no entanto, é preciso atenção para que ele fique bom no espaço que você escolher. Relógios de parede com temas de comida, por exemplo, ficarão muito melhores na cozinha do que no quarto ou na sala, por exemplo. Como já vimos o essencial é ter bom senso.

Modelos de relógio de parede

Os principais modelos de relógios de parede são os modernos, convencionais, redondos, ovais, quadrados, os carrilhões e o modelo cuco. Esses primeiros modelos podem ser encontrados em plástico, madeira, acrílico, entre outros. São os modelos mais escolhidos para quem gosta de itens coloridos.

Já para os modelos, carrilhão, eles são feitos geralmente de madeira e funcionam com o uso de um pêndulo, esse pêndulo movimenta as engrenagens presentes no interior do relógio carrilhão.

Já os modelos, cuco, são feitos em madeira e possui características exclusivas e cada um deles. Ele também funciona com um pêndulo e tem esse nome devido ao passarinho cuco, esse relógio pode ser programado para tocar na hora escolhida.

Onde usar cada um

Conhecido por seu relógio extremamente clássico e chique, o relógio carrilhão é uma excelente escolha para ocupar a sua sala de estar, principalmente se seu objetivo for trazer um ambiente tradicional. Além disso, ele é um item que combina com móveis e sofás rústicos.

Como o relógio cuco possui um toque tradicional, ele chama muito a atenção e atrai olhares de todos. Uma boa ideia é colocá-lo como um objeto de decoração sofisticado e requintado. Assim procure equilibrar o restante dos objetos da sua decoração, para que ele não se perca no ambiente.

Os modelos convencionais tem uma variedade maior de usos. Os relógios coloridos, são usados como opção para deixar o seu ambiente mais alegre e descolado. Eles podem ser usados na cozinha, salas e quartos, por exemplo. Enquanto os relógios com cores neutras são boas opções para escritórios, consultórios e ambientes mais sóbrios.

Portanto, como vimos os relógios de parede podem ser uma excelente opção para valorizar a decoração do seu ambiente. Eles são versáteis e úteis e podem combinar com qualquer ambiente. Ele serve como um detalhe para sua decoração, mas também podem ser usados como a peça de destaque em um ambiente.

Antes de comprar qualquer relógio de parede para a sua casa faça uma pesquisa antes, veja diferentes modelos, analise cada um deles e por fim escolha aquele que combine perfeitamente com o ambiente da sua casa. Se você gostou deste conteúdo sobre como os relógios de parede valorizam a sua decoração deixe o seu comentário e me conte como ele te ajudou.

Casas a venda com piscina: quais os cuidados?

Quando um imóvel tem uma piscina, isso é considerado um grande diferencial. Afinal, ter uma área externa em que é possível curtir o sol, convidar amigos e se refrescar, é incrível. Mas, quando começar a buscar casas a venda que tenham piscina, você não deve deixar alguns cuidados de lado.

Quando o imóvel fica em condomínio, normalmente já existe uma equipe responsável pelos cuidados com a piscina e por impor algumas restrições. Já quando a piscina está em uma casa, normalmente essa manutenção é feita por conta própria pelo proprietário. E é nessa hora em que você precisa ter cuidados, devido aos produtos que água da piscina deve receber, já que um erro pode ocasionar muitos problemas.

Cuidados com casas a venda com piscina

Se você está em busca de casas para alugar que tenham piscina, você deve estar atento ao estado da piscina. Comprador e vendedor devem conversar sobre os detalhes do local de lazer, para que depois que o negócio for fechado, não apareçam problemas.

Preste atenção em detalhes como:

  • Tipo da piscina;
  • Proteção dos mecanismos de aspiração de água;
  • Aplicação dos produtos de higiene da piscina;
  • Se a bomba e o filtro estão funcionando de forma correta.

Com relação aos tipos de piscina, as que são de fibra de vidro mancham com maior facilidade se há aplicação exagerada de cloro. Já as de vinil podem ser perfuradas com mais facilidade, e as de alvenaria – que podem ser feitas com azulejos, pastilhas ou pedras – acumulam sujeira mais facilmente.

Piscinas em apartamentos

Casas a venda que tenham piscina exigem os cuidados que acabamos de falar, o que já não acontece com os apartamentos. Pois, normalmente todos os moradores do prédio possuem fácil acesso as informações relacionadas à piscina, como os dias em que é feita a limpeza e manutenção.

Neste cenário, todos também devem estar cientes de eventuais interdições, regras com relação ao uso da piscina e como deve ser mantida a harmonia entre os moradores. Todos esses detalhes são decididos em assembleia.

Pode ser definido, por exemplo, o horário de acesso à piscina e se convidados tem o direito de usá-la. E é bom lembrar que o  síndico tem poder de suspender qualquer combinado firmado na assembleia, e assim podem ficar até ser marcada uma nova reunião para discutir o assunto.

Cada condomínio possui regras exclusivas, assim como os direitos e deveres, mas algumas normas são mais comuns. Por exemplo:

  • A proibição do uso da piscina durante a madrugada;
  • Placa de identificação de profundidade;
  • Crianças menores de 5 ou 6 anos só podem frequentar a piscina acompanhadas;
  • Convidados só podem utilizar o local com autorização;
  • Ter exame médico em dia;
  • Respeitar dias e horários de manutenção.

Se você está em busca de casas para alugar ou apartamentos em condomínios que tenham piscina, deve tirar todas as suas dúvidas com o locador e, até mesmo, o síndico. Só assim você pode se prevenir e não ser surpreendido com normas ou situações que não esperava.

Esperamos que tenhamos tirado suas dúvidas sobre o tema! Continue nos acompanhando para mais conteúdos sobre o universo imobiliário, até a próxima!

Outubro Rosa: tatuagens e micropigmentação ajudam as vítimas de câncer de mama a restaurar a sua confiança

O câncer da mama é uma realidade na vida de muitas mulheres. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), é a doença mais comum no mundo e a segunda mais disseminada no Brasil, depois do câncer de pele, com cerca de 25% dos novos casos por ano. Embora os números sejam chocantes, deve-se ter em mente que existem tratamentos que podem incluir radioterapia, quimioterapia e mastectomia (a remoção da mama), dependendo do diagnóstico.

A cirurgia é a fase mais difícil porque muitas vezes atinge seriamente a auto-estima da paciente. Por outro lado, existe uma solução que pode restaurar o sorriso e a auto-estima destas guerreiras: a colocação de prótese e a remodelação da aréola, que pode ser feita com uma tatuagem ou com uma micropigmentação. DermaClub tem compartilhado algumas das formas pelas quais estes tratamentos estéticos podem mudar a vida de uma mulher após o câncer.

Fatos sobre o câncer de mama

Segundo a INCA, o câncer de mama é uma doença causada pela proliferação de células anormais da mama que formam um tumor. Existem também diferentes tipos de câncer: alguns crescem mais rapidamente, outros mais lentamente. No entanto, a melhor hipótese de curar esta doença é o diagnóstico e tratamento precoce. Se já examinou os seus seios e suspeita de um problema, consulte o seu ginecologista ou mastologista e faça uma mamografia o mais rapidamente possível.

A tatuagem e a micropigmentação são alternativas para redesenhar a auréola

Após a mastectomia, as mulheres têm a oportunidade de usar implantes de silicone e redesenhar a auréola com tatuagens (permanentes) e micropigmentação (que podem ser retocadas a cada seis meses) de um especialista. Em Outubro, muitas clínicas de beleza e tatuagens abrem um lugar no seu calendário e fazem-no de graça para as pacientes que tiveram câncer da mama. Descubra se há profissionais na sua cidade que fazem isto.

Como você pode proteger e tratar seu câncer de mama a tempo?

O INCA adverte que cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem prevenir hábitos saudáveis. Estes estão entre eles:

Também é importante que as mulheres examinem sempre os seus seios (seja na casa de banho, disfarçadamente ou em outras situações do dia-a-dia). Não existe uma técnica específica, apenas tendo o cuidado de tocar e detectar pequenas alterações nos seios, por exemplo:

  • A presença de uma massa dura, endurecida e normalmente indolor (caroço)
  • Cuidado com as fugas de líquido nos mamilos e com as alterações na extremidade do peito;
  • Pele vermelha ou laranja sobre o peito;
  • Danos sucessivos nos mamilos e pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço.

Se você tem entre 50 e 69 anos, você deve fazer uma mamografia a cada dois anos para detectar o câncer antes que os sintomas apareçam ou para verificar mudanças suspeitas. Cuide da sua saúde, previna e trate o câncer da mama!

Como saber a operação da conta?

Já se deparou com a situação de não saber o código banco na hora da transferência bancária? Ou então sequer sabe o que é esse código? Nesse texto vamos explicar tudo o que você precisa saber para realizar transferências sem empecilhos.

Afinal, o que é código banco?

Você precisa pagar alguém e na hora da transferência estava solicitando o código banco, mas você não sabia o que era esse tal de código. Bom, o código banco é o número da operação da conta, ou seja, o número que identifica para qual banco você está querendo transferir o dinheiro.

Cada banco possui seu próprio número, o qual foi determinado pelo Banco Central quando o mesmo percebeu que as instituições bancárias estavam crescendo e se expandindo. Dessa forma, podemos encarar esse código como o número do RG do banco, é um código único de três dígitos para um único banco.

Esse código só é solicitado quando a transação bancária é feita de um banco para outro, ou seja, se você quiser transferir, por exemplo, da Caixa para o Santander.

Onde encontro o código banco?

Já sabemos que para realizar um TED ou DOC para outra instituição bancária, é necessário informar o código banco, mas como saber qual o código?

Quando você for transferir via aplicativo ou internet o campo a preencher irá disponibilizar uma lista completa na qual você poderá encontrar o banco que procura junto com seu respectivo código. Caso você não encontre na lista, provavelmente será pelo motivo de que a instituição buscada não possui o código COMPE, que é esse código de três dígitos ao qual estamos nos referindo.

Caso o número não seja informado, você terá que buscar pelo código ISPB dele no próprio aplicativo ou meio que estiver usando, se houver a opção, ou então realizar uma busca rápida na internet. O ISPB é basicamente a mesma coisa, porém seu código é formado por oito dígitos, o qual também corresponde à identificação do banco, apenas não é tão utilizado como o outro.

Lista de código banco COMPE e ISPB

Com a expansão do mercado financeiro, muitas instituições bancárias acabam surgindo com cada vez mais novas tecnologias e facilidades. A seguir disponibilizamos uma lista sobre os principais bancos, físicos e digitais, e seus respectivos códigos COMPE e ISPB.

  • Banco Santander: 033 ou 90400888
  • Banco Bradesco: 237 ou 60746948
  • Banco do Brasil: 001 ou 00000000
  • Banco Itaú – 341 ou 60701190
  • Nubank: 260 ou 18236120
  • Citibank: 745 ou 33479023

Jason Derulo diz que o tamanho do seu pênis deve ser reduzido nas cenas do filme

O cantor falou novamente das suas partes privadas, agora numa entrevista sobre uma adaptação de um clássico da Broadway…

Jason Derulo falou novamente sobre o tamanho do seu pênis, desta vez em uma entrevista sobre o filme “Cats”, uma adaptação de um clássico da Broadway com um cantor e Taylor Swift no elenco, prevista para ser lançada no dia 25 de dezembro no Brasil.

Em uma entrevista com Andy Cohen, apresentador de rádio Sirius XM, Derulo disse que seu tamanho do pênis havia sido alterado por uma equipe de efeitos visuais, o que aparentemente eliminou o “conteúdo” que desempenhou um papel tão importante na Instagram recentemente.

“Eles apagaram o meu pênis durante a edição. Eu notei isso”, reclamou ele. A estação também perguntou se era seguro, e o cantor indicou, “125 por cento”. Eu vi na caravana, sem dúvida.”

Em novembro, Derulo protestou contra a censura da Instagram em um de seus quadros com os óculos escuros mais quentes, o que chamou muita atenção para o volume de suas partes privadas e até os chamou de “Anaconda”.

Chocado com a plataforma para remover a imagem, Derulo lançou uma nova publicação e se defendeu: “O que é isso? Eu estou numa meia. Não é culpa minha ter o tamanho do meu pênis.

Depois de remover a imagem da rede social novamente, o cantor a modificou colocando um cachorro-quente sobre ela: “Está melhor?” ele escreveu.

Olha para isto:

View this post on Instagram

Is this better? 😂

A post shared by Jason Derulo (@jasonderulo) on

Os 4 maiores bancos do Brasil

Os maiores bancos do Brasil são assim considerados não apenas pelo seu lucro e capital, mas também pela presença, importância no mercado e crescimento.

Tudo isso, é claro, reflete na receita de cada banco, além disso valorizam outros pontos, como por exemplo suas ações na bolsa de valores.

Nesse texto vamos te apresentar os 4 maiores bancos do Brasil e os dados apresentado por cada um no ano de 2019.

Itaú: 1º colocado entre os bancos do Brasil

O Itaú é uma multinacional criada no Brasil que hoje conta com mais de 50 milhões de clientes distribuídos nas mais de 4900 agência por todo o Brasil e pelo mundo, ainda oferece 47000 caixas eletrônicos e conta com o trabalho de 99.661 colaboradores.

NO ano de 2018 o lucro líquido do banco foi de 25,7 bilhões de reais e o patrimônio líquido do Itaú está estimado em 119,8 bilhões de reais.

Banco do Brasil:

O Banco do Brasil foi o primeiro banco criado no Brasil, por isso é considerado um dos principais bancos do Brasil.

O Banco do Brasil hoje tem presença em diversos países europeus e da América e conta com 96.889 funcionários.

São mais de 52,7 milhões de clientes distribuídos em 4722 agências, o Banco do Brasil trabalha com um plano para tornar seus processos online e por isso tem bem menos agências que outros grandes bancos do Brasil.

Bradesco:

O BRadesco é um banco brasileiro que hoje dispõe de agências espalhadas por todo o Brasil e também internacionalmente, conta com 99.792 funcionários para atender seus mais de 24 milhões de clientes

O lucro líquido do banco no terceiro trimestre de 2019 foi de 6,5 bilhões de reais. O crescimento do Bradesco está justamente relacionado com o avanço nos serviços online e na criação de novas contas digitais.

Caixa Econômica federal:

A Caixa Econômica Federal é um banco com ligação direta com o governo e projetos sociais, mas além disso oferece todas as atividades tradicionais referentes aos serviços bancários.

Hoje a Caixa conta com 84 952 funcionários distribuídos entre as mais de 4200 agências presentes em todo o Brasil.

São mais de 95 milhões de correntistas e um lucro líquido de 8 bilhões de reais no terceiro semestre de 2019.

Assim como os demais bancos do Brasil, a Caixa vem investindo cada vez mais em contas e processos digitais, tudo para atrair e fidelizar seus correntistas.

           

hélio renato laniado fala sobre finanças pessoais

helio-laniado-doleiro

Convidamos o renomado especialista em investimentos Helio Laniado para falar da importância de  separar finanças da empresa das suas economias pessoais. Confira nosso super artigo e saiba como fazer isso da forma correta.

hélio laniado dolar

Para Hélio Renato Laniado, separar as finanças da empresa das pessoais é vital para que o negócio prospere, caso contrário, existe o risco de criar confusões no caixa, gerar dificuldades de avaliação sobre a real situação econômica da companhia e ainda ter problemas com o fisco.

Para evitar isso, segundo Helio Laniado deve-se buscar meios de isolar o que é seu do que é do empreendimento, ação essa que deve ser feita tanto em relação às receitas quanto em referência às dívidas e obrigações. A orientação vale para gestores, investidores e empreendedores que são os que costumam ter contato direto com o capital da empresa.

Adiante, explicamos como você pode fazer isso e ainda listamos algumas dicas para melhorar a gestão e o planejamento financeiro do seu negócio. Não deixe de conferir!

Qual é a importância de separar finanças da empresa das finanças pessoais

Segundo Helio Laniado, separar as finanças da empresa do que você precisa para adquirir bens, pagar contas ou mesmo do seu salário é fundamental para evitar descompassos na gestão econômica da companhia. Afinal, tirar dinheiro do bolso ou pegar recursos do caixa prejudica o empreendimento porque mascara os resultados.

Em outras palavras, essas atitudes podem passar a impressão de que ele está no azul, quando apresenta prejuízo, ou que se encontra em dificuldade econômica quando, na verdade, está gerando lucro.

Também é possível evitar a perda de controle econômico e a falta de visibilidade em relação à realidade interna dos gastos da empresa. Isso significa que, no final do mês, você saberá melhor se a empresa bateu as metas, obteve ganhos, gerou muitas despesas, etc.

Outro risco é com relação à fiscalização, já que confusões geradas por conta dessa mistura de pessoal e empresarial podem passar a impressão de que há irregularidades na companhia, como tentativas de ocultar recursos. Consequentemente, sua organização pode ser multada e ainda sofrer outras sanções previstas em lei.

Você também pode ficar impossibilitado de conseguir financiamento de terceiros com instituições financeiras ou mesmo potenciais investidores devido a incoerências nos controles e demonstrativos da sua empresa. Isso pode ocasionar a perda de oportunidades, dificuldades de expansão por falta de capital de giro e estagnação do negócio.

Qual é a forma correta de gerir o dinheiro que entra na empresa?

helio laniado doleiro

Não existe bem uma forma correta de gerir o dinheiro que entra na empresa, mas há dicas que podem ajudar a organizar as finanças e otimizar o gerenciamento de receitas e obrigações. Veja algumas:

1) Faça o controle de fluxo de caixa — esse instrumento serve para organizar as entradas e saídas de valores no seu negócio;

2) Monte reservas financeiras — lembre-se de juntar fundos em momentos de prosperidade para que você consiga superar com mais facilidade as dificuldades. As reservas devem ser tanto da empresa quanto pessoais, pois isso evita que você pegue dinheiro do empreendimento em um apuro;

3) Adote indicadores financeiros — esses instrumentos fornecem informações mais concretas para você basear suas decisões econômicas, uma vez que retratam, em forma de números, os resultados e o desempenho da empresa.

Como separar as contas da empresa das pessoais?

Para Hélio Renato Laniado, a primeira coisa que você pode fazer é limitar seu acesso ao caixa da organização, estipulando períodos determinados para isso. Também procure separar todos os cartões de crédito e de débito, além das contas bancárias suas e da empresa.

Essa ação é fundamental para que você consiga se disciplinar, já que é mais fácil se perder em relação ao que é seu e ao que é do empreendimento quando os meios de movimentar recursos são os mesmos.

Encarregar um ou mais funcionários de sua confiança para gerir os montantes do negócio e realizar o acesso junto a você é outra solução, já que precisará convencê-los da necessidade de tirar ou incluir uma quantia. O mesmo pode ser feito com um contador que deverá ser seu aliado, enquanto você se organiza para deixar as duas contas devidamente separadas.

Lembre-se, ainda, de adotar ferramentas de gestão financeira que otimizam o controle das finanças e facilitam a administração dos recursos da empresa. O melhor é um sistema ou aplicativo, já que planilhas podem gerar confusões à medida que aumenta o volume de dados registrados. Essa prática, inclusive, pode gerar resultados já no curto prazo, o que é algo positivo e gera motivação para manter a disciplina.

Qual é o papel do pró-labore?

Para parar de pegar o dinheiro da empresa com o objetivo de cobrir gastos pessoais, lembre-se de definir um pró-labore que atenda às suas necessidades. Esse é o nome dado ao “salário do empresário”, ou seja, o rendimento efetivo que você receberá mensalmente da sua organização pelos serviços que você presta a ela (gestão).

No entanto, seja realista e tome cuidado para não tirar mais do que a empresa é capaz de fornecer — e, por consequência, fazê-la passar por apertos financeiros. Uma dica é estipular o valor a receber com base na média que é paga no mercado para o tipo de cargo que você ocupa (normalmente de liderança).

Como se organizar financeiramente para ver a empresa crescer?

Além de seguir as dicas acima para ter dinheiro para investir na inovação e ampliação da sua empresa, é importante contar com um modo de conseguir recursos para aproveitar oportunidades de crescimento. Uma dica é o empréstimo coletivo, uma alternativa de crédito mais viável e menos custosa do que as opções tradicionais do mercado.

Ele é concedido por meio de uma plataforma tecnológica que aproxima pessoas interessadas em aplicar recursos (investidores) de empreendedores que necessitam de capital. Eles, por sua vez, podem aplicar o montante obtido em reformas em seus empreendimentos, melhorias nas instalações ou mesmo expansão das operações de suas empresas.

Além disso, busque formas de se capacitar na área, prezando por uma boa educação financeira. Também lembre-se de estabelecer objetivos e metas pessoais e empresariais. Dessa forma você poderá buscar meios para alcançá-los, o que geralmente envolve se organizar melhor economicamente e separar finanças da empresa das suas contas pessoais.


Agora que você já sabe sobre como se organizar melhor do ponto de vista econômico e consegue separar as finanças da empresa das contas pessoais, que tal descobrir qual é a importância de um fluxo de caixa para o seu negócio? Gostaram do artigo escrito pelo renomado Hélio Laniado? Então deixe logo abaixo seu comentário!

* Hélio Renato Laniado possui mais de 10 anos de experiência no mercado financeiro, tendo auxiliado milhares de investidores a investir melhor seus recursos e é o criador do Blog Hlinvestimentos (site de educação financeira independente).

STRING BOX Energia Solar OnGrid de Médio Porte

No vídeo de hoje eu quero mostrar para você uma string box para um sistema fotovoltaico On Grid de médio porte, estou fazendo esse trabalho já há um tempo, sempre eu estou montando string box em parceria com a Panda Energia Solar. Eu costumo não trazer esse tipo de vídeo aqui para o canal porque acaba dando aquela impressão de que eu tô fazendo um vídeo só para fazer publicidade, para fazer propaganda, o que não é verdade!

Porém dessa vez eu decidi trazer e mostrar para você que acompanha o canal como que é uma string box para um sistema de médio porte, tem uma quantidade boa de placas, vão ser dois inversores, eu vou falar agora para você o que realmente vai ser composto nesse sistema e eu vou mostrar bem de pertinho como que está a montagem dessa string box, eu não vou mostrar montando passo a passo, mas acredito que vai servir para você ter uma boa base e uma noção bastante interessante de como que é uma string box desse tipo, e existem várias formas de montar string box, cada string box é exclusiva para o sistema que ela foi projetada.

Então existem aí maneiras de ligar em série, é em paralelo os porta-fusíveis, eu ligo tudo no porta fusível, faço a derivação para seccionadora, ligo na seccionadora faço a derivação para os porta-fusíveis, depende, existe uma série de maneiras de ligar, eu não vou entrar a fundo, na verdade eu nem vou abordar como que é feito essas ligações. Agora, eu quero falar para você qual é o sistema que essa spring box vai ser empregada, que na verdade são duas, tem uma aqui que eu coloquei na parede aqui para ficar fácil para você visualizar e tem uma outra lá fora, as duas é a mesma montagem exatamente igual.

A diferença é que uma é para um inversor de 50k, 50 kW, e a outra é para o inversor de 60 kW, então dá para perceber que é um sistema aí de médio porte, são 110 kW de geração, de produção aí com base nos inversores. No inversor de 50 kW será ligado 132 placas de 325w. Esse inversor ele tem 12 entradas e ele tem dois MPPTs completamente separados e cada MPPT tem suas entradas específicas e dentro ele faz um barramento e liga isso tudo em paralelo.

Inversor

O segundo inversor é exatamente igual, mesma marca, do mesmo jeito, a diferença é que é de 60 kW e nesse vai ser ligado 168 placas de 325w, também com doze entradas, e a nossa string box ela vai ter 12 entradas e 12 saídas, só que eu vou fazer um misto de série/paralelo, e como seria isso?

As Strings para On Grid geralmente são todas ligadas em série, só que eu vou trabalhar com 3 string em série e vou juntar elas em paralelo aqui na string box e vai ser derivado a saída para cada entrada específica do MPPT lá no inversor. Agora eu quero convidar você a chegar um pouco mais perto aqui, eu vou deixar a string box um pouco mais ampliada na tela e detalhada para você ver de pertinho a ligação de uma range dessa string box e tudo que você vê nessa é replicada para as outras, então nós temos aqui praticamente 4 string box, um único painel; vem comigo aqui!

Estamos aqui com a câmera focada na nossa string box, eu vou explicar para você que acompanha o vídeo como tá a disposição aqui. O que você tá vendo aqui é replicado para mais 3, tem uma na parte de cima, essa é a segunda, aqui mais abaixo a terceira, depois temos a quarta aqui, então cada jogo desse é uma string box.

Nesse lado aqui nós temos os porta fusíveis, então nós temos aqui três porta fusíveis que é referente ao positivo, 3 porta fusíveis que é referente ao negativo, uma chave seccionadora, o DPS, e aqui nós temos três bornes para saída positiva e 3 bornes para saída negativa, certo? Isso daqui vai ser ligado em uma das entradas do controlador de carga, isso aqui seria ligado no DC 2 do controlador de carga do inversor no caso, né?

Que o inversor On Grid também tem controlador de carga, tá? Então isso aqui vai ser ligado no DC 2. Por que que nós temos 3 porta fusíveis positivos e 3 negativos? Porque eu vou ligar em cada porta fusível uma string box, então no primeiro sistema lá que a gente tem que é um inversor de 50 kW são 132 placas, nós temos 12 entradas aqui, e aí nós vamos ter em cada porta… cada par de porta fusível um porta fusível positivo e um negativo, nós vamos ter 11 painéis entrando nesse daqui em série, então vai vir 11 painéis em série nesse, mais 11 em série nesse, mais 11 em série nesse, então vai entrar separado aqui embaixo cada um, então entra 3 string em série positivo, 3 string em série negativo, e aqui na parte de cima eu fecho um paralelo com o pente daqueles pentes de cobre para ligação de painéis, a gente fecha em paralelo e sai dois condutores de 6 mm de cada um deles e vem para entrada da minha seccionadora.

Sai da nossa chave seccionadora e é ligado tanto positivo quanto negativo para poder ir na entrada do nosso inversor de forma separada, então vão sair três fios. Por que que é feito dessa maneira aqui?; para eu poder ter uma divisão entre cada condutor, então se eu tiver passando por exemplo 30 amperes aqui, em teoria eu vou ter 10 amperes para cada condutor entrando no inversor, e o inversor ele pede que seja feito dessa forma, esse inversor ele tem um manual bem completo e nele dá alguns exemplos de como tem que ser ligado essa string box, e aqui eu fiz ela com base em um dos exemplos que o fabricante do inversor pede para que seja feito, então dessa forma aqui nós temos uma string box para 3 Strings de placas, então são 3 strings de placas de 11 placas cada uma, aí a gente calcula aqui: (3*11) = 33 placas para cada string, (33*4) = 132 placas no total para o inversor de 50k.

Então é bem fácil de entender aqui a ligação de uma string box e por final nós temos aqui o nosso DPS. DPS que tem positivo ou negativo e o terra aqui no meio, então esse fio verde e amarelo que vai para aterramento vai ter um barramento de terra na parte de baixo, tudo ligado nesse barramento; positivo do DPS vêm aqui em uma parte do barramento de saída e o negativo na outra parte do barramento de saída negativo, e o DPS ele tá ligado depois do porta fusível, o DPS sempre tem que ser ligado após o dispositivo de proteção, porque se ele vier a atuar, ele vai entrar em curto aqui dentro e ele acaba fechando um curto, e isso faz com que o dispositivo de proteção atue, no caso o fusível, vai abrir o fusível para romper o fusível, eu já vi por aí muitas string box sendo montada e o DPS ligado antes do porta fusível, antes do disjuntor, e se ele vier a atuar, o que que vai acontecer?

Ele vai fechar um curto nas suas placas e isso é um problema sério, então quando você liga depois, na hora que ele fecha um curto aqui, é como se você juntasse esses dois fios positivo e negativo depois do porta fusível, as placas estão aqui, você fechou curto aqui, você vai ter uma circulação grande de corrente, vai abrir o fusível ou desarmar o seu disjuntor, e aí o seu dispositivo, seu sistema está protegido, e você vai verificar aqui que o DPS vai ficar vermelho e a gente sabe que atuou a proteção dele, então basta você trocar o cartuchinho aqui do DPS por um novo. Então essa é a forma que foi feito essa string box, não tem como eu falar para você que essa é a melhor melhor maneira de ser feito, essa é a melhor maneira para o inversor que está sendo utilizado, para a topologia que está sendo utilizado. Então vale você estudar bastante sobre o assunto e entender realmente como que funciona e montar de acordo a tua necessidade, de acordo com o projeto, de acordo com o que pede o manual do inversor ou de acordo com o projeto que o engenheiro vai fazer para você.

Para esse sistema, essa foi a melhor forma, então nós temos a entrada (aqui recapitulando), temos a entrada das placas positivo e negativo, então vão ser três strings separadas, por isso em série, entra no nosso porta fusível, sai do porta fusível, vem para nossa chave seccionadora, sai da seccionadora vem para os bornes de saída e o DPS está ligado depois do porta fusível, e quando eu fizer o seccionamento aqui eu acabei de ligar a minha string box e vou ter tensão aqui e vou ter tensão na entrada do inversor, quando eu precisar fazer qualquer tipo de manutenção eu vou seccionar a minha chave, desliguei, cortei, não tenho mais energia circulando, eu posso trabalhar de forma tranquila, de forma sossegada. Essa é a string box que vai ser instalada provavelmente esse final de semana nesse sistema e vai ser mais uma empresa gerando sua própria energia, reduzindo o custo com energia elétrica, se você gostou dessa aula, gostou desse vídeo, gostou das explicações, não se esqueça de deixar aquele like e comenta aqui embaixo nos comentários desse vídeo a sua experiência com string box, se sanou alguma dúvida, caso você tenha mais alguma outra dúvida também deixe nos comentários que eu posso estar fazendo mais vídeos abordando um pouco mais afundo esse tema.

Como limpar janelas de vidro sem deixar manchas

Você já perdeu 10 minutos limpando uma janela apenas para perceber que acabou com mais manchas do que quando começou? Apesar dos nossos melhores esforços, essas manchas são difíceis de evitar. 

Se você está pensando em como limpar os vidros das janelas sem deixar vestígios, nosso guia de cinco etapas contém dicas e truques úteis que farão com que brilhem rapidamente.  

Dicas especiais para limpar janelas de vidro

Limpar janelas de vidro é um daqueles trabalhos que podem ser facilmente subestimados. No entanto, mesmo um pouco de sujeira pode afetar a quantidade de luz que entra em sua casa. Portanto, tente fazer uma boa limpeza por dentro e por fora, várias vezes ao ano, especialmente se você mora perto de uma rua movimentada.  

Primeiras coisas primeiro: reúna seus ajudantes, quanto mais mãos, melhor. Depois, junte seus utensílios; Aqui, mostramos o que usar para limpar as janelas: 

·         Uma escova seca 

·         Balde de água quente com sabão ou spray para limpar as janelas 

·         Uma grande esponja 

·         Limpador de vidro 

·         Panos para limpeza profissional

Dica: Para remover marcas de graxa, esfregar ou polir, as toalhas de cozinha absorventes são ideais: elas são resistentes, mesmo molhadas!

Prepare as janelas para limpeza  

A melhor maneira de limpar as janelas sem deixar manchas é fazê-lo em um dia nublado, uma vez que a luz direta do sol seca suas janelas muito rapidamente, deixando traços. 

Prepare cada etapa antes de começar: amarre as cortinas ou levante as persianas e remova todos os objetos que estão no parapeito da janela. Em seguida, pegue uma escova seca e varra os cantos da moldura da janela e os móveis ao redor para remover toda a poeira e sujeira.  

Use um pedaço de toalha de cozinha para remover marcas de gordura ou impressões digitais e depois jogue-o na lixeira. As toalhas de cozinha são preferíveis nesse estágio, pois evitam que a graxa seja passada para panos ou esponjas (que, por sua vez, podem espalhar a graxa para outras áreas da janela).  

Como limpar o vidro da janela

Depois de preparar as janelas para limpeza, use uma esponja e água quente com sabão (ou um spray de limpeza) para remover qualquer sujeira do vidro. Para obter melhores resultados, remova o excesso de água com o limpador de vidro, começando da parte superior da janela para baixo em um movimento em forma de “S”. Certifique-se de limpar a borda do limpador de vidro constantemente com uma toalha de cozinha para evitar retornar sujeira à janela.  

Remova qualquer vestígio de água 

Remova o líquido de limpeza que permaneceu na janela com um pano úmido. Trabalhe em pequenos círculos ou pinceladas de cima para baixo da janela até que o vidro esteja limpo. Limpe também a moldura e o peitoril da janela para prender qualquer líquido que possa estar vazando e seque completamente com uma toalha de cozinha.  

Dica: Se você está procurando uma solução natural para limpar janelas, vinagre e suco de limão também podem ajudar a remover a gordura e as manchas do vidro. Adicione um pouco de água à solução e mergulhe o pano nela antes de limpar os vidros das janelas.

Polimento para obter muito brilho

O segredo de limpar as janelas sem deixar manchas é polir. Procure um par extra de mãos (um amigo, seu parceiro ou os filhos) e um par de panos de microfibra.

Agora você sabe como limpar o vidro da janela muito sujo sem deixar manchas. Suas janelas brilharão quando o sol nascer e sua casa ficará mais iluminada!

Como cuidar de um Golden Retriever

O Golden Retriever ativo é um turbilhão que gosta de brincar e geralmente adora lama ou água. O fato dele levar para casa muita sujeira dos passeios é bem conhecido pelos proprietários da raça.

Conteúdo indicado: Filhotes de Golden Retriever

Como cuidar do pêlo dos Golden Retrievers

A pelagem densa, macia e impermeável do Golden Retriever é bastante fácil de cuidar, mas deve ser escovada regularmente e estar livre de sujeira. Se houver rebarbas e emaranhados, você deve cortar.

Você pode usar pente e escova para desembaraçar o pelo. Um pano úmido ajuda a limpar a área da cabeça e dos olhos. 

A escovação regular ajuda na remoção de partículas mortas da pele. Se a sujeira é muito persistente, as vezes  apenas um banho pode resolver. Água quente e shampoo para cães ajudam você a limpar seu animal de estimação.

Cuidados com as patas, olhos e ouvidos do cão

Olhos e ouvidos devem ser verificados regularmente quanto à limpeza e uma aparência saudável. Se necessário, limpe a área dos olhos com um pano umedecido com água morna. 

Até sujeira mais grossa nas orelhas pode ser limpa com um pano, mas nunca com um cotonete. Em caso de alterações ou sensibilidade à dor, consulte um veterinário para obter orientação. O mesmo se aplica a alterações na área dos dentes e gengivas.

Além disso, você pode cuidar do seu cão verificando regularmente as unhas e patas e aparando o pelo entre as pontas dos pés, para que ele não leve tanta sujeira para casa.