Indústria brasileira de carnes participa da maior feira de alimentação da Rússia

A indústria brasileira exportadora de carnes marca presença a partir desta segunda, dia 15, na maior feira de alimentação da Rússia tentando assegurar o espaço conquistado para o produto nacional após as barreiras impostas aos países da União Europeia, Estados Unidos e Austrália. No último mês, a Rússia foi o principal importador das carnes bovina e suína produzidas no Brasil e a expectativa é de um crescimento nos volumes embarcados para o país a partir de setembro. A relação comercial com os russos, no entanto, ainda é considerada instável e o setor quer aproveitar o bom momento para fidelizar contratos.

Rússia quer comprar mais carne suína brasileira

A Rússia volta os olhos para as carnes brasileiras. Os russos reabilitaram oito frigoríficos em um curto período e já avisaram o governo do Brasil que darão um tratamento especial ao país. Essa busca pela carne brasileira tem um motivo. Questões políticas e doenças reduziram os países fornecedores de proteínas à Rússia.

Veja todas as notícias na mídia »»

Artigos

Conquistas da carne suína brasileira

O presidente-executivo da ABPA, Francisco Turra, é o autor do artigo Conquistas da carne suína brasileira, publicado hoje no Correio do Povo (RS).

Brasil perde espaço no comércio com a África

O noticiário sobre o déficit na balança comercial do Brasil com regiões e países tem focalizado principalmente o relacionado com a África.

Veja todos os artigos »»

Notas à Imprensa

Carne Suína: Rússia e Hong Kong sustentaram crescimento das exportações em agosto

Rússia e Hong Kong, que tiveram participação de 34,40% e 23,12%, respectivamente, nas exportações de carne suína, em agosto, foram os mercados que registraram maior crescimento dos embarques brasileiros do produto. O Brasil vendeu para a Rússia 14.503 toneladas, 16,20% mais do que em agosto de 2013. Em receita, o valor foi de US$ 70,69 milhões, um aumento de 82,53% na comparação com igual período de 2013. Para Hong Kong, os embarques somaram 9.749 t, 9,65% mais em relação a agosto do ano passado, e US$ 25,20 milhões, resultado 22,74% superior ao de 2013.

ABPA: Rússia lidera as importações de carne suína em maio e confirma status do Brasil como provedor especial

A Rússia confirma a intenção de manter o Brasil como o seu provedor especial de carne suína. Em maio, liderou as vendas do Brasil em volume e receita. Na prática, os russos estão materializando a informação que transmitiram ao ministro da Agricultura, Neri Geller, no final de maio, que a Rússia terá necessidade urgente de carnes e que dará tratamento especial ao Brasil. Na ocasião, Geller encontrou-se com Sergey Dankvert, responsável pelo serviço de defesa agropecuária da Rússia. Veja todas as notas à imprensa »»

Estatísticas

17/09/2014

Os números das exportações brasileiras de carne suína em 2014

Confira na tabela os volumes acumulados (em tonelada e valor) até o mês de agosto de 2014 (baixe o arquivo em PDF).

17/09/2014

Os principais destinos da carne suína brasileira

Veja nesta tabela quais são os países para os quais o Brasil exporta carne suína (dados acumulados de 2014).

 

Documentos Técnicos

Palestra da ABIPECS no Senado Federal (~3528kb)

Para visualizar todos, clique aqui.
 

Acesso a Mercados

30/09/2009

Aumentando a transparência das medidas sanitárias e fitossanitárias

Apresentação em inglês do presidente da ABIPECS no WTO PUBLIC FORUM 2009 - “Global problems, Global Solutions: Toward Better Global Governance”

30/04/2009

Restrições internacionais à carne suína

A carne suína enfrenta barreiras comerciais em países islâmicos por motivos religiosos, como na Malásia, no Marrocos, no Egito, na Argélia, na Arábia Saudita e no Irã. Mesmo assim, alguns importam pequenas quantidades para atender à população não islâmica.

 

Eventos

Carne Suína Brasileira

Vídeo institucional

Mais sobre Carne Suína

Carne Suína Abipecs no Twitter

Gráficos

Consumo interno e exportação de carne suína.
Clique no gráfico para ver essas e outras informações em nosso relatório anual.

Relatório Anual 2011

 
ABPA - Associação Brasileira de Proteína Animal